Polícia Civil indicia “Daniel Gordo” por assassinado de Renato em Teixeira de Freitas

Polícia Civil indicia “Daniel Gordo” por assassinado de Renato em Teixeira de Freitas
18 março 12:24 2018 Imprimir esta notícia

A Polícia Civil de Teixeira de Freitas, através do delegado titular Manoel Andreeta, acaba de informar a conclusão das investigações em torno do assassinato de Renato Pereira Santos, crime ocorrido no último dia 3 de janeiro, no interior do Bar da Lora, localizado na Rua Arábia, Bairro Liberdade I, região sul da cidade. A vítima foi executada com 7 disparos de pistola 9 milímetros, disparados por um elemento que chegou ao local a bordo de um veículo Volkswagen Gol, de cor prata e placa não anotada.

O levantamento cadavérico foi realizado pelo delegado Marco Antônio Neves, plantonista à época e logo em seguida os investigadores do Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), iniciaram os trabalhos investigativos em torno do crime e chegaram agora em Daniel da Silva Batista, o “Daniel Gordo”, autor do assassinato. A motivação do crime, segundo ficou apurado nas investigações, fora a disputa por pontos de venda de drogas em pelo menos quatro bairros da cidade.

Segundo informações passadas pela polícia, Renato foi um dos autores do homicídio ocorrido no dia 09 de março de 2013, por volta das 20h30, na Rua Argélia, que vitimou João Paulo Almeida. Renato foi indiciado e por ser ainda menor de idade acabou internado em uma unidade de ressocialização em Salvador, onde ficou por cerca de oito meses.

As investigações apontaram que “Daniel Gordo” recebeu a quantia de R$ 800,00 para matar Renato, e que teria tido a ajuda de uma pessoa ainda não identificada pela polícia. As investigações apontaram ainda, que os criminosos utilizaram uma motocicleta Honda Bros, de cor vermelha, para perpetrar o crime. A arma, que ainda não foi localizada, teria sido fornecida por traficantes que determinaram o assassinato de Renato.

Segundo o delegado Manoel Andreeta, que coordenou as investigações, “Daniel Gordo” cumpre pena no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF) por força de um mandado de prisão preventiva por acusação de ser autor de uma tripla tentativa de homicídio, tendo como vítimas Fábio Souza de Jesus, Igno Melgaço Felício e Sedrick de Jesus Carvalho, fato ocorrido no dia 12 de dezembro de 2017 por volta das 16h, no Bairro São Lourenço, região central de Teixeira de Freitas.

Retirado do CTPF e conduzido à sede da 8ª Coorpin para prestar novo depoimento, Daniel da Silva Batista, o “Daniel Gordo”, confessou a autoria do crime. As últimas informações dão conta que o assassino já foi levado de volta ao Conjunto Penal, agora com o novo indiciamento por homicídio, onde vai permanecer à disposição da Justiça. (Da redação TN)

  Categorias: