Polícia liga para acusado de vender motos roubadas e o mesmo acaba preso no interior do Prado

Polícia liga para acusado de vender motos roubadas e o mesmo acaba preso no interior do Prado
14 janeiro 09:52 2016 Imprimir esta notícia

Nesta quarta-feira, dia 13 de janeiro, após denúncia anônima, um policial  da Cipe-Mata Atlântica, se passou por um suposto comprador de motocicletas e entrou em contato via celular com um acusado de vender produtos roubados e furtados Comunidade da Limeira, interior do município do Prado, quando encomendou um veículo.

Imaginando que seria um novo cliente, o acusado, identificado como José Clóvis dos Santos, o “Alagoano”, que completará 59 anos de idade nesta sexta-feira (15), aceitou o pedido e marcou um horário para entrega da motocicleta, que deveria acontecer na própria Limeira.

Chegando ao local marcado os militares prenderam “Alagoano” em flagrante e apreenderam duas motocicletas com restrição de roubo. Questionado o indivíduo relatou que mora no Residencial Ramalho, em Teixeira de Freitas, mas tem o costume de ir com frequência para a Limeira, onde segundo os policiais, o mesmo possui pelos menos dois comparsas, que já foram identificados.

alagoanod1“Esse senhor se diz corretor, mas é um tremendo caloteiro, pois dizia às vítimas que depois iria entregar os documentos e sumia”, relatou um dos policiais integrantes da guarnição responsável pela ação. ”Pegamos pelo número de telefone.Tentamos comprar uma moto e o mesmo caiu como um patinho”, completou.

O caso passa a ser investigado pela 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, onde “Lagoano” permanece e se indiciado pelos crimes que lhe são atribuídos, José Clóvis dos Santos, o “Alagoano”, de 58 anos, pode passar o aniversário na cadeia. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.