Polícia Militar fecha “boca de fumo” e prende acusado de vender drogas para menores em Posto da Mata

Polícia Militar fecha “boca de fumo” e prende acusado de vender drogas para menores em Posto da Mata
19 agosto 20:16 2017 Imprimir esta notícia

No fim da noite desta última sexta-feira, dia 18 de agosto, policias militares do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 89ª Companhia Independente da Polícia Militar de Itabatã (CIPM), que possui base de atuação nos municípios de Mucuri e Nova Viçosa, apresentaram ao plantão regional da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, os resultados de uma ação que aconteceu após denúncias anônimas. As denúncias relatavam que um homem estaria em sua residência comercializando drogas, inclusive tendo como cliente um adolescente de 14 anos de idade. A guarnição do PETO então saiu em diligência até a Rua Pedra Azul, no Bairro Industrial, em Posto da Mata, distrito de Nova Viçosa, onde encontrou o suspeito, que foi abordado.

Trata-se de Moisés Pereira dos Santos, de 31 anos de idade. O acusado foi questionado sobre a existência de drogas e se ali era uma “boca de fumo”, quando o mesmo acabou confessando que estava vendendo drogas há aproximadamente quatro meses no local. Buscas foram feitas e os militares encontraram dentro do guarda roupa do suspeito 27 buchas de maconha já embaladas e prontas para comercialização.

Os militares realizaram buscas no quintal do imóvel e notaram que a terra estava remexida, e após uma escavação, acabaram por localizar três tabletes de maconha. Além das drogas os militares encontraram a quantia de R$ 30,00, 01 cordão e 01 aparelho celular. Diante dos fatos, Moisés recebeu voz de prisão e foi conduzido e apresentado à delegada Waldiza Fernandes, titular de Nova Viçosa e que estava de plantão na 8ª Coorpin.

A delegada ouviu os militares, que detalharam que Moisés vinha sendo denunciado há meses, e que a venda de drogas para crianças irritava ainda mais os moradores. A delegada já na madrugada deste sábado, dia 19, ouviu o acusado, que entrou em contradição por diversas vezes, mas acabou confessando que vendia drogas. Após as oitivas a delegada flagranteou Moisés por tráfico de drogas, com base no Artigo 33, da Lei 11.343/2006. Moisés foi conduzido à carceragem da 8ª Coorpin, onde permanece à disposição da Justiça. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: