Polícia Militar prende acusado de assalto e apreende cartão de memória da vítima no interior do seu carro

Polícia Militar prende acusado de assalto e apreende cartão de memória da vítima no interior do seu carro
03 dezembro 20:26 2016 Imprimir esta notícia

Por volta de 01h15 da madrugada deste sábado, dia 3 de dezembro, uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 87ª Companhia Independente de Teixeira de Freitas (CIPM), foi informada sobre um assalto, ocorrido no Bairro Recanto do Lago, na região nobre da cidade. Em posse da informação os policiais deslocaram-se ao local, onde mantiveram contato com a vítima, que contou estar chegando em casa, vindo de um show, quando foi abordada por dois indivíduos armados, que anunciaram o assalto e subtraíram seu celular da marca Samsung. Segundo a vítima, os criminosos estavam em um veículo Volkswagen Gol, de placa JOB-1155.

A guarnição efetuou rondas e localizou, no Bairro Vila Vargas, o referido carro estacionado em um bar, na Rua Aurelino J. de Oliveira. O suspeito, identificado como sendo Gildo Medeiros dos Santos, foi abordado e questionado sobre a propriedade do veículo. Ele confirmou que era dele mesmo o Gol. Após revista no carro, foram encontrados seis pedras de crack e um cartão de memória, que ao ser colocado em um celular, verificou-se diversas fotos da vítima e de amigos, não havendo dúvida tratar-se daquele que estava no celular roubado.

cartaodd1Foi dada voz de prisão e o acusado acabou conduzido à sede da 8ª Coorpin e apresentado à delegada Waldiza Fernandes, de plantão na unidade, para as devidas providências. O aparelho celular da vítima não foi encontrado. O acusado negou a autoria do roubo e disse não saber como o cartão de memória foi parar dentro do carro.

A testemunha reconheceu o Gildo como um dos assaltantes. A Polícia Civil irá investigar o paradeiro do comparsa do acusado. Após oitiva a delegada Waldiza Fernandes autuou o Gildo Medeiros dos Santos por crime de roubo, com base no artigo 157 do Código Penal Brasileiro. Segundo informações da polícia, o acusado já tem passagem pela mesma modalidade de crime e seguirá preso à disposição da Justiça. (Da redação TN)

  Categorias: