Polícia prende “Gugu”, acusado de tentar matar “Madruga” em Teixeira de Freitas

Polícia prende “Gugu”, acusado de tentar matar “Madruga” em Teixeira de Freitas
Polícia diz que "Gugu" tentou matar "Madruga" por dívida de drogas
29 agosto 21:59 2017 Imprimir esta notícia

O Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), serviço especializado da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, acaba de informar a conclusão das investigações envolvendo o homicídio tentado praticado contra Tiago Carlos de Jesus, o “Madruga”, fato ocorrido no último dia 16 de agosto, por volta das 21h, na Rua Projetada, em frente ao número 386, Bairro Redenção, residência da vítima.

Na época “Madruga” foi atingido por vários disparos de arma de fogo, desferidos pelo autor, que segundo a polícia foi Gileno Gomes dos Santos Filho, o “Gugu”, tendo como testemunha presencial um adolescente.

De acordo com os policiais do NHT, a motivação do crime se deu por envolvimento dos protagonistas com o tráfico de drogas, consistindo em um acerto de contas por dívidas e ameaças mútuas de morte. A vítima encontrava-se em via pública, em frente à sua residência, quando o autor aproximou-se em uma bicicleta e utilizando um revólver calibre 38, efetuou vários disparos contra “Madruga”, que acabou caindo, tendo o executor fugido, acreditando ter deixado o desafeto morto.

Consta que a vítima foi socorrida ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde conseguiu se recuperar dos ferimentos sofridos, oportunidade em que foi ouvida pela equipe do NHT, confirmando a motivação e a autoria do crime. Através de investigações realizadas os agentes identificaram e descobriram que Gileno Gomes dos Santos Filho, o “Gugu”, pertenceria a uma organização de traficantes de drogas atuante no Bairro Redenção, trabalhando diretamente com o traficante identificado por Rafael Alves de Souza, o “Fiinha”, preso pelo NHT pelo homicídio praticado contra Danilo Lima Conceição, o “Tchutchucão”, procedimento já concluído com o envolvimento de Alex Silva Rodrigues, o “Lequinha”, morto em confronto a Polícia Militar em 2 de janeiro de 2017.

Segundo o delegado Manoel Andreeta, o autor Gileno Gomes dos Santos Filho, o “Gugu”, acabou sendo preso em flagrante delito pela PM no último dia 22 de agosto, por volta das 14h30, pela prática de crime de roubo, oportunidade em que foi interrogado no presente procedimento e confessou espontaneamente a prática do homicídio tentado contra “Madruga”. “O procedimento encontra-se em fase de saneamento e conclusão, aguardando o laudo de lesões corporais e o prontuário da vítima, a serem encaminhados pelo DPT e pelo HMTF, respectivamente”, diz Andreeta.

Os autos foram encaminhados para os delegado Bruno Ferrari, Ricardo Amaral e Rina Andrade, todos do NHT, que ficaram responsáveis por promoverem a representação pela prisão preventiva do autor e relatório final. (Da redação TN)

  Categorias: