Policiais militares mantém ‘Operação Tartaruga’ até janeiro de 2017

Policiais militares mantém ‘Operação Tartaruga’ até janeiro de 2017
07 dezembro 17:19 2016 Imprimir esta notícia

Policiais e Bombeiros militares baianos permanecerão até o dia 31 de janeiro em ritmo reduzido nas operações. A decisão foi tomada durante assembleia da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares (Aspra), nesta terça-feira (6).

De acordo com a Aspra, o ato intitulado Movimento Polícia Legal, mas chamado de ‘Operação Tartaruga’, consiste na realização do policiamento exclusivamente dentro das regras legais pré-estabelecidas para o exercício da atividade.

A expectativa da Aspra é que o governo sinalize melhoras para a Polícia Militar, caso contrário, no dia estabelecido para o término da manifestação será feita uma nova assembleia para decidir se haverá ou não uma paralisação. O ato teve início na última sexta-feira (2).

Polícia Legal

Entre as determinações da ‘Operação Tartaruga’ estão: utilização de viaturas padronizadas, com documentação regularizada, dirigida dentro do limite de velocidade. Além do respeito aos prazos de validade dos coletes a prova de balas, usados por agentes, aos extintores de incêndio das viaturas.

Outra situação ressaltada pelo diretor da Aspra, soldado Marco Prisco, é que a maioria das viaturas está em ‘tipo A’, ou seja, com somente dois agentes dentro, mas para locais considerados perigosos é preciso ter entre 3 a 4 policiais no veículo.

Não foi informado se o movimento vem acontecendo em todo o estado da Bahia, inclusive nas unidades da região extremo sul, ou se está centralizado apenas em Salvador e Região Metropolitana. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: