Vídeo: População Teixeirense ganha Clínica de Hemodiálise em convênio com o SUS

17 novembro 08:35 2016 Imprimir esta notícia


A cidade de Teixeira de Freitas está ganhando o seu primeiro Centro de Hemodiálise, que chega para aliviar o sofrimento dos pacientes que fazem viagens constantes para as cidades vizinhas de Eunápolis,  São Mateus, Itabuna, Linhares e Vitória. O atendimento será igualitário para qualquer paciente do sistema de saúde, seja ele privado ou público.

Os investimentos foram na ordem de R$ 6 milhões, derivados de recursos privados, com 600 mt² de construção e está situada na Rua Itália nº 245, no bairro Monte Castelo. A clinica de Hemodiálise começa gerando inicialmente 40 empregos diretos, com capacidade de atendimento para 200 pacientes/dia.

hemod1O investimento privado é fruto de um projeto do médico nefrologista Evan Pereira Barreto, que após entendimento com a administração do prefeito João Bosco Bittencout (PT), e inclusão de alguns médicos na sociedade, a Clínica Saúde Renal foi implantada. E a estrutura do serviço terá capacidade para atender pacientes de Teixeira de Freitas e de toda região, que farão tratamento, acompanhamento especializado e, quando houver necessidade, receberão encaminhamento para transplante.

A hemodiálise está indicada para pacientes com insuficiência renal aguda ou crônica grave. Após iniciada uma terapia de substituição renal, o paciente pode na maioria das vezes mudar da hemodiálise para diálise peritoneal, e vice-versa. Além de realizar transplante renal dependendo das condições clínicas.

De acordo com o médico nefrologista Evan Pereira Barreto, a clínica é de grande porte, com 33 pontos de diálise, que irá suportar até 200 pacientes dialisando, além de salas para atender pacientes graves, diálise peritoneal e toda uma estrutura de psicólogos, terapeutas, assistentes sociais, enfermeiros e médicos. E serão feitos convênios com municípios vizinhos que tiverem interesse em transferir os pacientes para Teixeira de Freitas.

Conforme o prefeito João Bosco, o que antes era apenas um sonho para os pacientes renais da cidade e do baixo extremo sul da Bahia, que obrigatoriamente precisam se dirigir três vezes por semana para Eunápolis, Itabuna ou para São Mateus, Vitória e Teófi-Otoni, está virando realidade com o surgimento da clínica para atendimentos de hemodiálise e diálise peritoneal em Teixeira de Freitas e, que já deve ser inaugurada agora no mês de dezembro.

hemodOs pacientes que realizam o tratamento em cidades vizinhas também poderão fazer, na clínica, que terá o convênio com o SUS. Para o prefeito João Bosco, que inclusive é médico, dentre as várias conquistas que Teixeira de Freitas recebeu em seu governo, atender pacientes renais na cidade, minimizando os transtornos de jornadas longas dos percursos para quem já está fragilizado pela doença renal, significa um dos avanços mais importantes dos últimos tempos.

“Como à cidade de Teixeira de Freitas possui uma localização centralizada em relação aos demais municípios do baixo extremo sul, desde Itamaraju até Mucuri, a Clínica Saúde Renal, após começar a funcionar agora em dezembro, vai minimizar o sofrimento de muitos pacientes. Isso significa avanço na saúde pública e demonstra o compromisso constante que sempre tivemos no nosso governo, que é cuidar das pessoas”, ressaltou João Bosco. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: