Prefeito e vice são cassados por compra de votos em Poções

Prefeito e vice são cassados por compra de votos em Poções
01 maio 11:10 2017 Imprimir esta notícia

O prefeito e o vice de Poções no sudoeste da Bahia, Leandro Mascarenhas e Jorge Luiz, respectivamente, ambos do PTB, tiveram os mandatos cassados por captação ilícita de votos nas eleições do ano passado. Esta é a segunda vez que a chapa vitoriosa é condenada pela Justiça Eleitoral.

Conforme a nova decisão do juiz eleitoral Álerson do Carmo Mendonça, o prefeito e o vice cometeram abuso de poder econômico ao aliciar moradores mediante pagamento ou promessa de pagamento nas eleições, incluindo boca de urna no dia do pleito. A acusação da irregularidade partiu do Ministério Público Estadual e da chapa “Por uma Poções cada Vez Melhor”.

Pela sentença, o prefeito e o vice da cidade ficam inelegíveis por oito anos e cada um terá de pagar multa de R$ 20 mil. A decisão, que ainda cabe recurso, foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico. (Informações: Bahia Notícias)

  Categorias: