Prefeitura do Prado divulga programação “murcha” e cidade pode ser esvaziada no Carnaval

Prefeitura do Prado divulga programação “murcha” e cidade pode ser esvaziada no Carnaval
27 janeiro 18:24 2016 Imprimir esta notícia

Ao contrário de outros anos a Prefeitura do Prado divulgou uma programação baseada em atrações locais e regionais, o que não deve atrair os visitantes como sempre acontece com a cidade para o Carnaval/2016. A maior contratação será a banda Selakuatro, que por sinal é uma atração já saturada na região.

Além de Selakuatro constam no cartaz de divulgação do evento Selva Branca, Gian e Cristiano, Jarley, Carro de Playboy, Gilmar Caliman, A Rapaziada e Luizinho Rocha. A expectativa agora se concentra na divulgação oficial das contratações em Mucuri e Nova Viçosa, já que Caravelas realiza o seu tradicional Carnaval com as escolas de samba. Israel Novaes já está confirmado em Mucuri.

Em Alcobaça, cidade vizinha ao Prado, a administração municipal também não passa por um bom momento e não deve ter “folego” financeiro para anunciar uma programa de “peso”. No Révellon não houve sequer cronograma de coleta de lixo nas ruas próximas à praia, quando moradores e visitantes se reuniram e fizeram e retirada da sujeira. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.