Presa em Minas Gerais a acusada de torturar e matar adolescente em Camacan

Presa em Minas Gerais a acusada de torturar e matar adolescente em Camacan
24 fevereiro 11:58 2017 Imprimir esta notícia

Patrícia de Souza Santos foi presa na manhã desta quinta-feira, dia 23, num vilarejo localizado no município de Perdões, uma pacata cidade no Estado de Minas Gerais.

Patrícia foi condenada a mais de 24 anos de prisão pela tortura e assassinato da adolescente Ariele Santos Silva, de 16 anos de idade, crime ocorrido em 20 de janeiro de 2014, na cidade de Camacan, sul da Bahia, em companhia de outras duas pessoas, que também foram condenadas e já estão presas: Erlan de Assis Silva, condenado a 28 anos de prisão e Luiz Ricardo Resende, condenado a 26 anos de prisão.

Na época, o crime gerou comoção em toda a região. Patrícia chegou a ser presa, mas em seguida foi liberada pela justiça e acabou embora da região.

A prisão de Patrícia foi efetuada pela Polícia Civil de Perdões-MG., após investigações em conjunto com investigadores baianos. (Da redação TN)

  Categorias: