Quem matou, tentou simular suicídio, diz polícia acerca de homem encontrado morto em Teixeira de Freitas

Quem matou, tentou simular suicídio, diz polícia acerca de homem encontrado morto em Teixeira de Freitas
06 agosto 12:12 2017 Imprimir esta notícia

No fim da manhã deste último sábado, dia 5 de agosto, policiais civis da 8ª Coorpin e peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), após informações de moradores, deslocaram-se à Rua Paraguai, nº 26, Bairro Tancredo Neves, na região oeste de Teixeira de Freitas, onde um homem, que seria usuário de drogas, tinha supostamente se esforçado.

Assim que a equipe teve acesso ao local onde estava o corpo, nos fundos da casa da vítima, percebeu as evidências de uma possível luta corporal e levantou que um aparelho de som, que constantemente era ligado, não estava no interior do imóvel. Segundo testemunhas, o homem morto, além de usar entorpecentes, tinha sido visto em companhia de outros dois homens e discutiram justamente por causa do equipamento.

A vítima foi identificada como Alexsandro de Jesus Silva, de 33 anos, que apresentava sinais de espancamento e estava com um mangueira plástica em volta do pescoço. O corpo estava por cima de um amontoado de madeira para construção

Segundo o delegado Maderson Dias, de plantão neste sábado, dia 5 de agosto, na sede da 8ª Coorpin e que instaurou um inquérito policial para investigar o caso,  Alexsandro pode ter sido espancado, estrangulado com a mangueira e depois o corpo levado até os fundos da casa para o cenário ficar característico de suicídio. Dias garante que as investigações estão na fase inicial, mas tudo leva a crer que houve um assassinato.

Após o levantamento cadavérico da Polícia Civil e perícia de local a cargo dos peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), foi autorizada a remoção do corpo ao IML para exames de necropsia. Vizinhos do homem morto disseram aos policiais que a casa sempre era visitada por outras pessoas, que também seriam viciadas em drogas. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: