Rui Costa entrega a 7ª Escola Cultural da Bahia em Teixeira de Freitas

18 novembro 14:06 2017 Imprimir esta notícia

escolasdApós a inauguração da Policlínica Regional em Teixeira de Freitas na manhã desta sexta-feira (17/11), o governador Rui Costa (PT) e o prefeito Temóteo Alves Brito (PSD) inauguraram no início da tarde, a 7ª Escola Cultural da Bahia, em Teixeira de Freitas, sediada no Centro Territorial de Educação Profissional do Extremo Sul (CETEPES), na Rua Beira Vale, nº 38, no bairro Jardim Caraípe. Conforme o governador Rui Costa, o objetivo da iniciativa é incentivar o acesso da população baiana aos projetos artísticos culturais estruturantes que as escolas desenvolvem, estimulando o protagonismo estudantil.

“Esse projeto transforma cada escola do estado em equipamento cultural não somente para alunos da rede municipal e estadual, mas para toda a população. Que o espaço da escola abra as portas para receber corais, peças de teatro e muitas manifestações artísticas. Vamos transformar os auditórios em salas de cinema e transformar a realidade das cidades que terão as escolas culturais”, assegurou Rui Costa.

O governador disse ainda que: “até o final de dezembro, implantaremos esse projeto em 85 escolas, em 85 municípios do Estado. Teixeira de Freitas é a quinta cidade a receber essa iniciativa e estamos muito felizes de trazer o projeto para o extremo sul”. O projeto é resultado de parceria entre as secretarias da Educação; de Cultura; de Justiça; Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e Casa Civil.

De acordo com o prefeito Temóteo Brito, a iniciativa que integra o programa Educar para Transformar, objetiva promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. Para o prefeito Temóteo Brito, o projeto chega a Teixeira de Freitas para tirar a juventude do anonimato diante dos seus potenciais artísticos.

O projeto da Escola Cultural já foi implantado em Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Feira de Santana e Itaberaba, e envolverá 85 unidades escolares, em 85 municípios, potencializando os projetos artísticos e culturais já existentes e fomentando novas atividades. O prefeito Temóteo Brito considera que é mais um passo significativo da sua gestão, visto que este tipo de ensino, em outras localidades, geralmente é acessível somente para a população de alto poder aquisitivo, enquanto em Teixeira de Freitas é destinado gratuitamente para todos que desejarem.

O projeto busca promover o fortalecimento e a dinamização das ações desenvolvidas pelas escolas, fomentando novas atividades nas áreas de dança, música, teatro, audiovisual, literatura, inovação e empreendedorismos. “Estamos revolucionando o ensino do Estado. “O que estamos vendo é a expressão da cultura de Teixeira de Freitas e da Bahia. As escolas públicas são celeiros de grandes talentos. A arte está nas nossas escolas”, declarou o secretário de Estado da Educação, Walter Pinheiro.

Já a secretária de Estado da Cultura, Arany Santana, salientou que a Secult oferece as ações da pasta “para transformar essas escolas em instituições de portas abertas para as manifestações e os talentos que estão dentro e fora dos muros da escola. Vamos dinamizar a educação, humanizando as escolas. É a arte que vai fazer a educação cada vez mais viva”.

O presidente da ATL – Academia Teixeirense de Letras, jornalista e poeta Almir Zarfeg que fez parte da programação de inauguração da Escola Cultural, elogiou a iniciativa do Governo da Bahia dizendo que o projeto Escolas Culturais que promove a integração do Ensino Médio Regular com a Educação Profissional e Tecnológica, está reconhecendo a escola como um espaço que deve estar aberto à comunidade e que, principalmente, impulsionam a arte, a cultura, a inovação e o empreendedorismo.

“Não há escola que possa ser de boa qualidade, sem que tenhamos os profissionais da educação. Eles são os mais importantes de todo este processo. Os nossos alunos são a nossa principal prioridade e por isso merecem o que há de melhor em infraestrutura e ensino. A cultura é a mãe da educação. Para nós é um orgulho muito grande enxergar o nascimento de um projeto tão formidável como este em Teixeira de Freitas, trazendo mais cultura para a escola”, festejou o presidente da ATL.

O governador Rui Costa ainda destacou que o projeto Escolas Culturais visa integrar a escola com a comunidade do município, tendo a cultura e a arte como elementos agregadores. “Esse projeto transforma cada escola do Estado em equipamento cultural não somente para alunos da rede municipal e estadual, mas para toda a população. Que o espaço da escola abra as portas para receber corais, peças de teatro e muitas manifestações artísticas. Vamos transformar os auditórios em salas de cinema e transformar a realidade das cidades que terão as escolas culturais”, afirmou Rui. (Por Athylla Borborema)

  Categorias: