Se Wagner sair à Presidência, PT pode indicar Valmir Assunção ao Senado na chapa de Rui

Se Wagner sair à Presidência, PT pode indicar Valmir Assunção ao Senado na chapa de Rui
10 maio 21:10 2018 Imprimir esta notícia

Nem com Lídice da Mata (PSB) nem com João Leão (PP). A vaga que pode surgir ao Senado caso o ex-governador Jaques Wagner (PT) decida concorrer à sucessão presidencial não ficará com nenhum dos dois aliados do governador Rui Costa (PT). Os petistas só esperam Wagner se decidir para reivindicar o espaço para um quadro do próprio partido.

Hoje, o nome mais cotado para eventualmente assumir uma das duas candidaturas ao Senado na chapa governista é o do deputado federal Valmir Assunção, que alguns dizem que se anima com a ideia, mas passou a ser lembrado principalmente porque sua eventual saída da chapa proporcional petista poderia ajudar alguns candidatos do partido a se eleger à Câmara dos Deputados.

A outra vaga para o Senado na chapa de Rui está assegurada para o PSD, que indicou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Angelo Coronel. Empolgado com a possibilidade de Wagner concorrer à Presidência, João Leão chegou a admitir que poderia concorrer à segunda vaga de senador, empurrando Lídice para a vice, hoje prometida a ele.

Nesta quinta-feira (10), após ser questionado sobre a possibilidade de disputar uma vaga ao Senado, Assunção descartou a possibilidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não ser o candidato do PT à Presidência da República nas eleições de 2018. Em resposta ao site Política Livre o parlamentar disse que não existe possibilidade de Lula não ser o candidato. “Jaques Wagner é o nosso candidato ao Senado”.

Valmir Assunção aponta que segue candidato à reeleição para deputado federal. (Da redação TN)

  Categorias: