Secretaria de Saúde de Caravelas realiza mutirão para checar Glaucoma e distribui colírios

Secretaria de Saúde de Caravelas realiza mutirão para checar Glaucoma e distribui colírios
09 março 10:00 2016 Imprimir esta notícia

A Prefeitura Municipal de Caravelas através da Secretaria de Saúde realizou em parceria com o Governo do Estado da Bahia mutirão para checar Glaucoma para pacientes que já estavam cadastrados e para quem não estava. O mutirão foi realizado nesta terça-feira, dia 8 de março no horário das 8h às 15h na Policlínica  Municipal de Caravelas.

No mutirão do Projeto Glaucoma foram realizados 144 atendimentos. 24 novos  pacientes que foram diagnosticados com Glaucoma, anteriormente eram 96 e agora totalizam 120. Em todo o mundo cerca de 70 milhões de pessoas têm glaucoma e quase metade perde a visão. O glaucoma provoca lesão no nervo óptico em função do aumento da pressão intraocular e não tem cura, mas pode ser tratado preservando a visão do paciente.

O tratamento é feito com colírio e, em alguns casos, através de cirurgia. Para isso, porém, é preciso que o paciente realize o exame com rapidez para que o tratamento seja eficaz. É sabido que o glaucoma é a terceira maior causa de cegueira do Brasil e, dentre essas causas, é a maior causa de cegueira irreversível.

Apesar de se tratar de uma doença crônica que vai acompanhar quem é acometido por ela por toda sua vida, sabe-se também que o seu diagnóstico precoce e o seu tratamento contínuo são os principais fatores que poderão evitar os danos causados pelo glaucoma. O governo federal faz convênios com os governos estaduais e municipais para tornar o tratamento do glaucoma acessível, através de seu acompanhamento e da distribuição gratuita dos colírios através das Secretarias  de Saúde.

glaudCada olho é examinado individualmente. O exame leva de três a cinco minutos. A luminosidade pode causar desconforto e prejudicar a colaboração, no caso de crianças, idosos ou pessoas pouco colaborativas. Não há preparo prévio. O exame pode ser realizado com o paciente sentado, sem utilização de colírios para dilatar a pupila. O padrão de normalidade é a descrição qualitativa de um fundo de olho normal: nervo óptico róseo, de limites bem definidos, área macular brilhante, fina, de coloração homogênea, e vasos de limites nítidos, com calibre homogêneo.

Em Caravelas o mutirão do Projeto Glaucoma foi coordenado por Fábio Correa e o oftalmologista João Luis e equipe da secretaria municipal de Saúde. (Com informações de Osmar Guarnelles)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.