Seguradora Líder-DPVAT alerta para os cuidados na estrada neste Réveillon

Seguradora Líder-DPVAT alerta para os cuidados na estrada neste Réveillon
27 dezembro 21:36 2016 Imprimir esta notícia

Uma das épocas mais esperadas do ano é o Réveillon, período no qual as famílias e amigos viajam quilômetros para comemorar a virada do ano. Para que esses dias de celebração sejam só alegria, a Seguradora Líder-DPVAT, que administra o Seguro DPVAT no país, faz um alerta pela segurança nas estradas.

Entre os dias 29 de dezembro a 2 de janeiro último, foram contabilizados em todo o Brasil 376 ocorrências de mortes, 2.410 acidentes com sequelas permanentes e 543 reembolsos de despesas médicas, cujas indenizações foram solicitadas à Seguradora Líder-DPVAT. Para esse grupo de pessoas e seus entes queridos, o que deveria ser festa, virou tragédia, susto e tristeza.

Por esse motivo, a Seguradora Líder-DPVAT lembra o quanto é importante tomar os cuidados necessários ao viajar ou visitar a casa de parentes. “Definitivamente, bebida alcoólica e direção não combinam. Respeitar as regras de trânsito é fundamental, o contrário é uma afronta à vida”, alerta o Diretor-Presidente da Seguradora Líder-DPVAT, Ismar Tôrres.

Além disso, é preciso checar se o carro está em perfeitas condições para seguir estrada, portando todo o equipamento de segurança exigidos por lei. As crianças menores de 7 anos devem viajar apenas na cadeirinha indicada para a idade e tamanho. Entre 7 e 10 anos, só no banco de trás do carro com cinto de segurança, assim como os demais ocupantes do carro. Na moto, crianças menores de 7 anos não podem andar. Trata-se de um risco muito grande para os pequenos.

“Constatamos que atualmente uma das principais causas de morte no nosso trânsito está relacionado com a falta do uso do cinto de segurança dos passageiros do banco traseiro, motivo pelo qual deve ser dada especial atenção a este item de segurança nas viagens, sejamelas de curta ou de longa duração, ainda que seja apenas para ir até a próxima esquina  de sua residência. Para não correr este risco desnecessário, antes de colocar o veículo em movimento, o motorista deve se certificar de que todos os passageiros estão usando os seus cintos de segurança. Daí é seguir viagem com direção responsável e chegar feliz ao seu destino ”, acrescenta Ismar Tôrres.

Em caso de acidente de trânsito, lembre-se: todas as pessoas em território nacional têm direito ao Seguro DPVAT, que oferece três tipos de cobertura: morte (R$ 13.500), invalidez permanente (até R$ 13.500) e reembolso de despesas médicas e hospitalares (até R$ 2.700).

O pedido de indenização do seguro deve ser realizado, gratuitamente, pelo próprio beneficiário em um ponto oficial de atendimento, dispensando a ajuda de intermediários, pessoas que ficam em portas de hospitais e delegacias à espreita das vítimas, oferecendo falsas vantagens e criando dificuldades para conseguir o Seguro DPVAT. (Da redação TN)

  Categorias: