Senador Álvaro Dias admite aliança com o DEM na sua primeira visita como presidenciável ao sul da Bahia

Senador Álvaro Dias admite aliança com o DEM na sua primeira visita como presidenciável ao sul da Bahia
06 maio 10:51 2018 Imprimir esta notícia

O senador da república e presidenciável Álvaro Dias (Podemos) esteve em Ilhéus e Itabuna nesta sexta-feira (04/05), onde se reuniu com parlamentares, prefeitos, vereadores, empresários e produtores rurais. Ele primeiro visitou Jacobina e Irecê, no centro norte baiano. Álvaro Dias foi o grande convidado do III Encontro Regional do Podemos, que reuniu políticos e lideranças comunitárias de mais de 40 cidades do sul da Bahia. Participou da inauguração da sede do partido, na Rua Bahia, no bairro Mangabinha, em Itabuna e deu posse ao presidente do diretório local do Podemos, o empresário itabunense Rafael Moreira, pré-candidato a deputado estadual.

O senador Álvaro Dias estava acompanhado da presidente nacional do Podemos, a deputada federal Renata Abreu, do presidente estadual do Podemos, deputado federal João Carlos Bacelar Batista e do deputado estadual Jânio Natal. Álvaro Dias vem ao sul da Bahia pela primeira vez. A sua agenda ainda permitiu um almoço com o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, o “Marão” (PSD), no Restaurante Vesúvio e um encontro com produtores rurais e empresários na Ceplac em Itabuna e depois, concedeu entrevista coletiva à imprensa regional. Os vereadores teixeirenses da bancada local do Podemos, Adriano Santos Souza e Juvenal Etelvina Laureano, o “Juvenal das Laranjas”, aliados históricos do deputado federal Bacelar, também participaram da agenda de Álvaro Dias, em Ilhéus e Itabuna.

O presidenciável Álvaro Dias admitiu que existem conversas iniciais com o DEM sobre uma possível aliança nacional para disputar às eleições de outubro. Além do DEM, o senador sinalizou que pode conversar com o PRB. “Ainda estamos no campo da preliminar, porque temos que esperar algumas etapas e respeitar as candidaturas dos outros partidos. O Rodrigo Maia (DEM), Flávio Rocha (PRB) são pré-candidatos de partidos que estão muito próximos. Nós não somos obstáculos a um entendimento. Estamos dispostos a facilitar uma convergência, mas somente o tempo falará”. Álvaro Dias disse ainda que a convenção do Podemos será dia 22 de julho e que até lá muita coisa é possível. O senador descartou qualquer chance de alianças com partidos como MDB e PSDB, e afirmou que, se eleito, irá enxugar a máquina pública e uma das primeiras medidas será reduzir o número de ministérios de 30 para 15, sendo que o atual governo Michel Temer já reduziu de 39 para 30.

diasd1Segundo o vereador teixeirense Adriano Souza, o senador da república Álvaro Dias é o primeiro presidenciável a visitar a região e vem para fazer frente ao novo cenário nacional e atender às expectativas dos brasileiros e também dos baianos, tendo em vista que o Podemos Bahia está organizando um calendário de ações para discutir a nova política e, também para que a população possa conhecer as propostas da legenda, com a participação do presidenciável Álvaro Dias.

O vereador Juvenal das Laranjas destacou a necessidade e importância da eleição do senador Álvaro Dias no pleito deste ano para presidente da república, porque Teixeira de Freitas precisa de homem como ele, um presidente que cuide melhor das cidades do interior do Brasil e reconheça suas potencialidades e conheça as necessidades do povo mais sofrido. E alertou, que o senador Álvaro Dias é um dos pré-candidatos com o menor índice de rejeição entre os eleitores brasileiros e, isso é fruto da visibilidade da sua história política e é um fator que traz ânimo ao Podemos.

diasdÁlvaro Dias

O senador da república Álvaro Fernandes Dias nasceu em Quatá, no oeste do estado de São Paulo, mas foi criado em Maringá, no centro norte do Paraná. Chegou a Londrina, no norte central do Paraná, ainda muito jovem para estudar história na Universidade Estadual de Londrina, onde foi um radialista tradicional da cidade e por meio do rádio iniciou a sua carreira política, se elegendo vereador em 1968. Depois foi deputado estadual, deputado federal duas vezes, governador do Paraná e é senador da república pela terceira vez pelo Estado do Paraná. Quando foi governador do Paraná, extinguiu secretarias, órgãos e departamentos, vendeu imóveis e veículos desnecessários. Ficou conhecido pela demissão de funcionários fantasmas e o combate à corrupção, saindo do cargo em 1991, apontado pelo Datafolha como o melhor governador do Brasil, com 93% de aprovação popular. Deixou o Paraná com as finanças saneadas e uma estrutura enxuta. No Senado, combateu a anistia ao Caixa 2 e os projetos que tentaram enfraquecer a Operação Lava Jato. É autor do projeto que extingue o foro privilegiado para todos, retira as mordomias de presidentes afastados e que prevê prisão depois da segunda instância. (Por Athylla Borborema)

  Categorias: