Sessão de honrarias empossa e premia quatro imortais da Academia Teixeirense de Letras no Rio de Janeiro

Sessão de honrarias empossa e premia quatro imortais da Academia Teixeirense de Letras no Rio de Janeiro
02 setembro 12:44 2017 Imprimir esta notícia

Uma concorrida solenidade acadêmica no plenário da Ordem dos Advogados do Brasil, em Niterói, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro, promovida pela Augustísima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, Federação Internacional das Academias de Letras e Artes e a Academia Niteroiense de Belas Artes, premiou vários escritores e artistas de diferentes regiões do Brasil e honorificou a posse de 7 escritores como membros das cadeiras efetivas da FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes.

imod1Quatro membros da ATL – Academia Teixeirense de Letras tomaram posse numa cerimônia acadêmica e honorífica: o jornalista e poeta Almir Zarfeg; o escritor e jornalista Athylla Borborema; o engenheiro e escritor Carlos Mensitieri; e o advogado e escritor Elias Botelho. A advogada e escritora Gisele Ellen de Andrade foi a primeira imortal da ATL a pertencer à FEBACLA.

imod2A cerimônia foi ainda marcada pela entrega de diferenciadas honrarias a inúmeras personalidades que foram homenageadas por diversas outras instituições nacionais e internacionais presentes no evento da FEBACLA. A solenidade reuniu os mais importantes nomes da cultura literária do país e muitos outros nomes da política e da comunidade jurídica carioca que prestigiaram as homenagens oferecidas a dezenas de artistas oriundos de várias partes do Brasil.

imod3O príncipe Dom Alexandre da Silva Camêlo Rurikovich Carvalho, chefe da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente e presidente da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, celebrou o momento como a festa da literatura que imortalizou e outorgou os mais dignos nomes da cultura brasileira, onde cada um artista, empossado ou homenageado, foi honrado em tributo ao seu valoroso trabalho como ativista cultural no Brasil e no exterior.

imod4A nomeação e eleição de membros para compor a FEBACLA fazem parte de um processo rigoroso de avaliação curricular e biográfica. Os indicados são avaliados pelo teor das suas obras, trabalhos e atividades desenvolvidas ao logo da sua vida artística, científica e literária e após eleito é convidado para a magnífica posse. A FEBACLA tem a missão de capacitar, credenciar, reconhecer e honrar os acadêmicos das áreas das Ciências, Letras e Artes.

Zarfeg

imod5O jornalista e poeta Almir Zarfeg, titular da Cadeira nº 01 e presidente da Academia Teixeirense de Letras, tomou posse na Cadeira nº 58 da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA), tendo o ex-presidente da Academia Cabo-friense de Letras Carlos Alberto Sousa como patrono. Ainda recebeu o Troféu Sete Maravilhas do Mundo Moderno, concedido pela FEBACLA, e a Medalha Guardião da Paz e da Justiça, concedida pelo Supremo Consistório Internacional dos Embaixadores da Paz e pela Ordem dos Advogados do Brasil.

Elias

imod6O advogado e escritor Elias Botelho, titular da Cadeira nº 33 da Academia Teixeirense de Letras, tomou posse na Cadeira nº 65 da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA), tendo o médico e escritor João Guimarães Rosa como patrono. O escritor Elias Botelho ainda é convidado especial deste ano na 18ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 2017, que começou na última quinta-feira, dia 31 de agosto e segue até o dia 10 de setembro, onde participa com o seu fascinante romance “Trilha Amarga”.

Mensitieri

imod7O engenheiro e escritor Carlos Mensitieri, titular da Cadeira nº 10 da Academia Teixeirense de Letras, tomou posse na Cadeira nº 02 da FEBACLA, tendo o saudoso jornalista carioca Alcindo Guanabara como patrono. Ele também recebeu a Medalha de Notório Saber Cultural, concedida pela Federação Brasileira dos Acadêmicos de Lettas e Artes. Mensitieri ainda recebeu a primeira titulação de nobreza da sua carreira literária com o Título de Conde Palatino de Gotgtland pela Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente.

Borborema

imod8O grande homenageado da noite foi o escritor e jornalista Athylla Borborema, titular da Cadeira 02 e vice-presidente da ATL que também tomou posse na Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, como titular da Cadeira nº 44, que tem como patronesse a saudosa médica pediatra e sanitarista Zilda Arns. Recebeu o título de Notório Saber Cultural, conferido pela Prefeitura Municipal de Niterói e Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Medalha de Mérito Comemorativa pelo 5º ano de fundação da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes. Título de Comendador da Soberana Ordem da Coroa de Gotland da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente. Também recebeu a honraria de Grão Chancelar do Mérito Nacional Pacificador do pacto global da ONU – Organização das Nações Unidas.

imod9Athylla Borborema ainda foi agraciado com o Troféu 7 Maravilhas do Mundo, concedido pela Fundação Biblioteca Nacional do Brasil e a Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes. Medalha Guardião da Paz e da Justiça, conferida pela Ordem dos Advogados do Brasil. E recebeu o título de “Barão Palatino de Gotland”, o seu primeiro “Título de Nobreza” da sua carreira literária que foi concedido pela Augustísima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, Sacratíssimo Consistório Internacional dos Embaixadores da Paz e Federação Internacional das Academias de Letras. Também no Rio de Janeiro, Athylla Borborema recebeu a Comenda Internacional Diplomata Ruy Barbosa “A Águia de Haia”, outorgada pela Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos e pelo Supremo Consistório dos Embaixadores da Paz. (Da redação TN).

  Categorias: