Startup do Parque Tecnológico desenvolve game que ajuda no combate ao Aedes Aegypti

Startup do Parque Tecnológico desenvolve game que ajuda no combate ao Aedes Aegypti
20 maio 18:18 2016 Imprimir esta notícia
Aprender se divertindo, concorrer a prêmios e ainda ajudar a combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Esta é proposta do jogo ‘Deu Zika – Valdo contra o Aedes aegypti’, desenvolvido pela startup Moovi. A empresa é uma das incubadas que integram o Parque Tecnológico da Bahia, por meio de editais da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).
Segundo um dos criadores do game, Fred Marinho, o jogo é dividido em perguntas e respostas e em uma plataforma de aventura. Na primeira quinzena de junho, ele estará disponível gratuitamente na página da empresa no Facebook (https://goo.gl/RrZimc) e os melhores jogadores serão premiados.
Fred conta que o jogo é a história de um cientista que constrói uma roupa para ficar pequeno e estudar os vírus transmitidos pelo Aedes aegypti. “Acidentalmente, ele está em um ambiente hostil e tem que reconstruir a roupa e descobre que tem um foco do mosquito no próprio quintal. Com um jogo à disposição da criança, a absorção da informação é imediata e ela também é propagadora, ensina para os pais, para os irmãos, para os amigos”.
De acordo com o coordenador-executivo da Moovi Estúdios Criativos, Jai Souza, o empreendimento tem um modelo de negócios dividido na Moovi Estúdio, Moovi Entretenimento, Moovi Escola e Moovi Loja, cada uma atendendo a um processo de produção. E a perspectiva é continuar crescendo.
“No Parque Tecnológico, nós abrimos um leque de oportunidades. Temos visitas de empresas, inclusive estrangeiras, e temos este meio empresarial que já está no Parque. Tudo isso serviu para alavancar a Moovi. Começamos com uma estrutura pequena, hoje já é o triplo. Estamos prospectando novos negócios e a tendência deste ano ainda é dobrar o tamanho da empresa”, afirma Jai Souza. (Da redação TN)
  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.