Teixeira: ATL realiza sessão solene com presença do príncipe Dom Alexandre Carvalho

Teixeira: ATL realiza sessão solene com presença do príncipe Dom Alexandre Carvalho
04 dezembro 10:12 2017 Imprimir esta notícia

Contando com a presença do príncipe Dom Alexandre Camêlo Rurikovich Carvalho, a Academia Teixeirense de Letras (ATL) realizou sua sessão solene final de 2017. O evento, aberto ao público, aconteceu no último sábado (02/12), às 19h, no auditório Francistônio Pinto da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas.

Dom Alexandre Carvalho – que é chefe soberano da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente e presidente da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA) – compôs a mesa ao lado de Manoel Binas (diretor do Projeto Club Resgate de Itanhém), Roney Moreira (juiz titular da comarca de Teixeira de Freitas), Cristiane Ferreguett (secretária-geral da ATL), Athylla Borborema (vice-presidente da ATL), Almir Zarfeg (presidente da ATL), Agnaldo Teixeira Barbosa (presidente da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas) e Carlos Mensitieri (diretor de Eventos da ATL).

acad4Sob o comando da mestra de cerimônia Guilhermina Bessa, o evento acadêmico teve início com a execução do Hino Nacional pela Orquestra 9 de Maio, sob o comando do maestro e confrade Orley Silva.

A seguir, o acadêmico Armando Azevedo recitou um cordel em homenagem ao patrono da sua cadeira, o saudoso ex-prefeito de Itamaraju e deputado estadual Almir Nobre de Almeida.

acad3E passou-se à celebração dos dez anos de fundação do Projeto Club Resgate de Itanhém, que tem à frente Manoel Binas Siqueira, que recebeu homenagem da ATL e da FEBACLA das mãos dos respectivos presidentes Almir Zarfeg e Dom Alexandre Carvalho. Discursaram o confrade Oséas Moreira e, por fim, Binas, homenageado com um Certificado de Honra ao Mérito e com a comenda Benfeitor Cultural da Humanidade. Bruna Prates, parceira do projeto social que ajuda crianças e adolescentes através do futebol, também recebeu um certificado.

acad2“Minha gratidão por este reconhecimento, conterrâneo e presidente da ATL Almir Zarfeg, e a todos os envolvidos nesta honrosa homenagem que vai nos fortalecer mais e mobilizar na luta de todo dia por uma sociedade mais justa e igualitária para nossas crianças”, disse Binas.

O vice-presidente da ATL, Athylla Borborema, apresentou o volume 2 da antologia “ATL em Verso e Prosa!” e anunciou a 2ª edição do Prêmio Castro Alves de Literatura, cujas inscrições vão desta segunda-feira (05/12) até a quarta-feira (31) de janeiro de 2018. O certame literário envolve as categorias Poema e Crônica/Conto e os interessados podem se inscrever e solicitar mais informações pelos e-mails atl_letras@yahoo.com ou premiocastroalves@yahoo.com.

acad1Em seguida, a ATL homenageou com um Certificado de Honra ao Mérito o acadêmico Celso Kallarrari, que recentemente ganhou o Prêmio José de Alencar 2017, promovido pela UBE-RJ, com o romance inédito “Desgrandeza”.  A mesma honraria foi concedida ao confrade Elias Botelho, finalista do III Festival de Contos do Rio de Janeiro. A confreira Edla Almeida recebeu a comenda Benfeitor Cultural da Humanidade das mãos de Dom Alexandre Carvalho. A escritora Patrícia Brito e a secretária-geral da ATL, Cristhiane Ferreguett, também receberam a comenda.

A essa altura da sessão magnânima, a mestre de cerimônia anunciou a celebração dos 30 anos do livro “Uma Janela Aberta para o Infinito”, do acadêmico João Carlos de Oliveira, e os 40 anos da obra “Poemas, Letras e Canções”, do confrade Carlos Mensitieri. Ambos tiveram poemas extraídos de suas obras citados pela mestre de cerimônia e, também, receberam Certificados de Honra ao Mérito da ATL. Mensitieri, pela importância do livro em questão e de sua trajetória para Teixeira de Freitas, ainda recebeu o título de Doutor Honoris Causa, honraria concedida pelo Centro Universitário Sarmathiano de Altos Estudos Filosóficos, Históricos e Literários, localizado na cidade do Rio de Janeiro.

A sessão solene foi concluída com a outorga de alguns títulos de nobreza para personalidades teixeirenses com a chancela da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente. O acadêmico Elias Botelho recebeu o título de Barão; o confrade Marcus Aurelius, o título de Conde; o presidente Almir Zarfeg, o título de Marquês. A empresária Auta Maria Monteiro de Carvalho foi homenageada com o título de Condessa. Os quatro novos nobres se submeteram ao cruzamento de espada conduzido pelo príncipe Dom Alexandre Carvalho.

acadPor fim, o vice-presidente Athyla Borborema recebeu das mãos de Dom Alexandre algumas homenagens como, por exemplo, os troféus Olavo Bilac e Euclides da Cunha de Literatura, concedidos pela Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes (FEBACLA), em tributo ao seu mais novo livro “Imbassuaba” pela Editora Lura, SP, que será lançado neste natal no balneário de Cumuruxatiba, município de Prado, obra que se trata de uma biografia sobre seus avós maternos Lúcio Guedes da Silva e Madalena Nunes Borborema, saudosos bandeirantes do balneário.

“Para mim é uma satisfação participar com vocês, confrades e confreiras, desta sessão solene final da ATL, confraria que veio para transformar o cenário cultural de Teixeira e região”, disse Dom Alexandre, que fez questão de homenagear todos os acadêmicos com o Prêmio Pena de Ouro e Pincel de Ouro, chancelados pela FEBACLA.

Dom Alexandre e Almir Zarfeg ainda assinaram um Termo de Parceria que prevê a instituição do Prêmio Febacla de Criação em Verso e Prosa. (Da redação TN)

  Categorias: