Timóteo Brito “bate na mesa” e demite mais de 300 contratados sem sua autorização; ouça

Timóteo Brito “bate na mesa” e demite mais de 300 contratados sem sua autorização; ouça
30 janeiro 18:48 2017 Imprimir esta notícia

Nesta segunda-feira, dia 30 de janeiro, durante entrevista ao radialista Fernando Moulin, no Programa Comando Geral da Rádio Caraípe (100,5 FM), o prefeito de Teixeira de Freitas, Timóteo Brito (PSD), anunciou que havia acabado de exonerar 319 servidores contratados sem sua autorização, tampouco do secretário municipal de Saúde, José Arcangêlo Depisol.

Sem citar nomes, Brito alertou que as contratações foram feitas de maneira aleatória, sem ao menos observação à classificação de servidores de um concurso já realizado. “Tenho a lista dos funcionários e das necessidades. Mandei exonerar todos e não vou admitir essas contratações, pois, primeiro temos que chamar os concursados por classificação. Precisamos “enxugar” a Maternidade Santa Rita e o próprio Hospital Municipal, pra sobrar recursos que serão investidos na saúde do povo”, disse.

Ao ser indagado por Moulin sobre possíveis outros casos nas demais secretarias, Timóteo Brito falou que os cortes foram restritos ao setor da saúde. “No início do mês estava faltando gazes e oxigênio no hospital e é isso que não vamos admitir. Não sou prefeito de gabinete e vou continuar acompanhando todas as áreas da Prefeitura. Contratação de pessoal tem que passar por mim”, taxou.

A Secretaria Municipal de Saúde, pela divisão de forças políticas que ajudaram a eleger Timóteo Brito, ficou sob responsabilidade do ex-deputado Uldurico Pinto, mas o prefeito não falou se foi o aliado que autorizou os novos contratos. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: