Trabalhadores rurais do MST ocupam Incra em Salvador e querem apoio para reforma agrária

Trabalhadores rurais do MST ocupam Incra em Salvador e querem apoio para reforma agrária
25 julho 20:58 2017 Imprimir esta notícia

A falta de políticas e o fim do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), unidos à precariedade em assentamentos, diminuição de ações sociais e o aumento da violência no campo – dois líderes quilombolas foram mortos em menos de uma semana na Bahia. Esses são alguns dos fatores que contribuíram para cerca de mil pessoas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupassem a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na Bahia, nesta terça-feira (25), em busca de solução.

Durante a ocupação nesta terça, o dirigente nacional do MST Evanildo Costa disse que no Incra “tem muita gente que apoia a reforma agrária, mas também têm pessoas que não deveriam estar no Incra, vamos ficar por tempo indeterminado, até que os golpistas respeitam as políticas de reforma agrária, os assentados e os movimentos sociais”. (Da redação TN)

  Categorias: