UFSB debate com estudantes e profissionais a implantação do curso de comunicação social no Campus Paulo Freire

UFSB debate com estudantes e profissionais a implantação do curso de comunicação social no Campus Paulo Freire
17 julho 21:14 2018 Imprimir esta notícia

Dirigentes, professores e alunos da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), se reuniram com profissionais de imprensa da cidade e representantes de entidades regionais de comunicação na noite desta última segunda-feira (16/07), para o início de uma discussão após o nascimento de uma iniciativa da própria UFSB que estuda a metodologia para implantação de um curso interdisciplinar em nível de bacharelado em Comunicação Social, no Campus Paulo Freire em Teixeira de Freitas.

Para o decano do Campus Paulo Freire da USFB, professor doutor Fabrício Luchesi Forgerini, a gestação da ideia já ocorreu e existe um plano sendo construído para o Ministério da Educação e por isso, está se dialogando com os mais diversos setores da comunicação regional, porque a ideia é formar um profissional com base humanística e científica, que possa deixar a universidade devidamente credenciado a atuar no mercado de forma interdisciplinar.

comud2O vice-decano do Campus Paulo Freire da UFSB, professor doutor Rodrigo Oliveira Fonseca, disse que o objetivo foi justamente esse, reunir estudantes interessados, profissionais do mercado e entidades da área para se conhecer cada um e cada necessidade deste campo na região extremo sul da Bahia. E além de apresentar os métodos que serão aplicados durante o curso, pautar outras demandas necessárias que serão importantes inserir na estrutura do futuro curso de Comunicação Social e ainda se disse feliz com o interesse externo porque mostrou que a região tem uma demanda para a Universidade conseguir atender.

O jornalista e professor doutor Gilson Monteiro, coordenador do GTI – Grupo de Trabalho Interinstitucional da Escola de Comunicação Social destacou que a ideia do curso é formar um profissional com a base humanística e científica que possibilitará ao recém-formado em trabalhar com oficinas e mídias digitais, jornal impresso, jornal eletrônico, rádio, televisão, assessoria de comunicação, editoração, design gráfico e outras funções da grade da comunicação social no mercado de trabalho.

comud1O encontro contou com a presença do casal de publicitários da Agência Lado-B Propaganda de Teixeira de Freitas, Leonardo Araújo e Alana Figueiredo, uma das mais prestigiadas agências de publicidade do sul do Estado. Para Leonardo Araújo, atual presidente regional do SINAPRO – Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia, a notícia da chegada do curso de Comunicação Social na UFSB só enriquece o mercado da comunicação em um todo e qualifica a mão de obra regional, onde a sociedade será a mais beneficiada com um perfil ético e qualificado dos novos profissionais que a Universidade colocará no mercado, onde ganharão às empresas, os órgãos públicos e principalmente a população que vive faminta de informação em todos os aspectos, enfatizando que o dia a dia do cidadão é atualmente repleto de informações vindas dos mais diversos canais, o vocabulário incorporou novas terminologias e o comportamento sofreu mudanças em várias feições.

O encontro ainda teve a presença do ex-presidente regional do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia e atual diretor de comunicação social da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, jornalista e radialista Athylla Borborema, mestre e doutor em jornalismo científico, autor de mais de 30 livros publicados, dentre eles, 12 dedicados à doutrina jornalística, que louvou a iniciativa da UFSB, dizendo que se trata de uma conquista singular, enaltecendo os envolvidos com a implantação do curso que tem demonstrado a importância da união de todos mesmo diante da diferença de áreas de conhecimento, mas que a chegada desse curso trará a oportunidade de ampliar a existência de profissionais das várias áreas da comunicação social, valorizando ainda, a importância da formação acadêmica para aliar o profissional das noções teóricas à prática, em qualquer campo de habilitação da comunicação social.

comudO coordenador do GT do curso de Comunicação Social, jornalista e professor doutor Gilson Monteiro, informou ainda que o curso se chamará “Curso de Comunicação Social e Suas Tecnologias” e o profissional será formado em Bacharelado Interdisciplinar em Comunicação Social e Suas Tecnologias, aprofundando o conhecimento em ciclos seguintes dentro das áreas afins. O processo seletivo terá um determinado percentual a partir do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e outro pela própria UFSB. O projeto é para que o curso já seja lançado em 2019.

O curso terá um período mínimo de três anos no primeiro ciclo e mais um ano depois para o profissional escolher em qual área queira se habilitar para depois de formado se buscar o registro profissional para atuar no mercado, como em Jornalismo; Publicidade/Propaganda; Relações Públicas; Radialismo (Rádio/Tv); Cinema/Vídeo; Música; Teatro (Artes Cênicas); Direção Teatral; Comunicação e Marketing; Lingüística; Ciência da Informação; Artes Visuais; Design Gráfico; Ciência da Computação; Editoria Gráfica; Comunicação Empresarial (Pesquisa de Mercado); Audiovisual/Multimédia; Design de Moda; Produção Cultural e Produção Editorial. (Da redação TN)

  Categorias: