Um dos acusados de assassinar o pequeno Felipe deixa a internação em Teixeira de Freitas

Um dos acusados de assassinar o pequeno Felipe deixa a internação em Teixeira de Freitas
07 setembro 10:08 2016 Imprimir esta notícia

As últimas informações dão conta que a liberação da internação provisória do adolescente de 16 anos, envolvido no assassinato de Felipe Gomes Lisboa, de apenas 08 anos de idade, revoltou parentes e amigos da criança, que na época do crime, chegaram a realizar manifestos pelas ruas da cidade, exigindo punição severa para os culpados. Os dois acusados de matar o menino a pauladas e ainda desferir vários golpes em seu pai, numa estrada vicinal que liga Teixeira de Freitas ao interior de Caravelas, são dois menores, sendo esse de 16 anos, que acaba de ser liberado e o outro, de apenas 14 anos, que permanece internado, já que além desse crime, é acusado de participar também de um latrocínio (roubo seguido de morte), que teve como vítima um idoso de Rancho Alegre, distrito pertencente ao município de Caravelas.

A liberação aconteceu, segundo fontes já ouvidas pela imprensa teixeirense, com base no artigo 183 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que determina o prazo máximo e improrrogável de 45 dias para a conclusão do procedimento. O prazo final para realização da audiência de instrução que definiria a internação definitiva, com posterior encaminhamento para a Fundação Casa, em Salvador. O prazo limite teria vencido no último dia 2 de setembro.

O motivo do crime, segundo a polícia, foi o roubo de uma motocicleta Suzuki, cor vinho, placa MTH-8390, recuperada no dia seguinte. (Da redação TN)

  Categorias: