Vereador Belitardo requer construção da Praça Joana Angélica no Campus Paulo Freire da UFSB

Vereador Belitardo requer construção da Praça Joana Angélica no Campus Paulo Freire da UFSB
14 setembro 03:58 2017 Imprimir esta notícia

A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas sob a presidência do vereador Agnaldo Teixeira Barbosa, o “Agnaldo da Saúde” (PR), realizou mais uma sessão ordinária na manhã desta última quarta-feira (13/09), por ocasião que o vereador Marcos Gusmão Pontes Belitardo (PHS) apresentou e teve aprovada pela unanimidade do parlamento uma indicação legislativa que requer do Poder Executivo Municipal a construção de uma área de lazer com jardim, iluminação especial e todos os demais preceitos necessários de uma área pública na Praça Joana Angélica, em frente ao Campus Paulo Freire da UFSB – Universidade Federal do Sul da Bahia.

O vereador Marcos Belitardo disse que a presente indicação legislativa busca analisar a importância do espaço para o lazer do cidadão no município. Para ele, o lazer é uma atividade de extrema importância, visto que o indivíduo necessita de momentos de descanso para manutenção de seu bem-estar, sendo este relacionado às suas necessidades individuais. Lembra que a agitação do dia-a-dia, todos necessitam destes momentos de lazer e eles podem ser desfrutados em diversos espaços públicos e a Praça Joana Angélica é uma área que fica em frente a uma Universidade Federal que precisa ser aproveitada em prol dos estudantes e dos moradores circunvizinhos para que o local seja bem aproveitado e se torne mais importante no desenvolvimento sustentável da cidade, mostrando-se essencial em seu planejamento para o alcance da relativa melhora na qualidade de vida de seus habitantes.

Segundo o vereador Marcos Belitardo, o lazer deve satisfazer as necessidades do cidadão, principalmente às necessidades de descanso e social. Para ele, o lazer está relacionado com a qualidade de vida, pois as pessoas estão trabalhando e estudando cada vez mais e Teixeira de Freitas está ficando cada dia mais agitação num ritmo acelerado de cidade grande. Para fugir dessa realidade, a população busca locais para descansar e sair da rotina. Por esse motivo enxerga que a cidade precisa oferecer aos seus habitantes e estudantes espaços como parques, centros comunitários, praças e centros de eventos. Há também a opção de lazer em espaços privados como shoppings, cinemas, bares e outros, no entanto, estes espaços se tornam acessíveis apenas à população que pode pagar por este serviço. Para Belitardo o lazer deve ser realizado no tempo livre de cada indivíduo, tempo este conquistado pelos trabalhadores. Nele devem ser realizadas atividades prazerosas, livre e de espontânea vontade, cuja opção é o que requer para a Praça Joana Angélica. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: