Vereadores José Mendes e Itamar Siqueira propõem Capela Mortuária para sede e distritos de Mucuri

Vereadores José Mendes e Itamar Siqueira propõem Capela Mortuária para sede e distritos de Mucuri
12 maio 21:09 2018 Imprimir esta notícia

Os vereadores pelo município de Mucuri José Mendes Fontoura, o “Zé do Boi” (PMDB) e Itamar Siqueira Junior (PDT) são os autores de uma proposição legislativa aprovada por decisão unânime do parlamento que requer do Poder Executivo Municipal a construção de uma Capela Mortuária, tanto na cidade de Mucuri e nos distritos de Itabatã, Taquarinha e Ibiranhém, quanto nos povoados de Belo Cruzeiro, São Jorge, 31 de Março, Cruzelândia e Nova Brasília.

Conforme o presidente da Câmara Municipal de Mucuri, vereador José Mendes Fontoura, o “Zé do Boi” a finalidade de se requerer a construção de uma Capela Mortuária para cada localidade do município é diante da preocupação com as famílias carentes que não tem condições de arcar com custos de locação de espaço para velar seu ente querido. “Sabemos que na hora da perca de alguém, muitas famílias não tem dinheiro para pagar todos os custos do velório e com uma capela municipal, esses custos serão diminuídos”, disse.

Para o vereador Itamar Siqueira a indicação legislativa nº 034/2018 para se construir uma Capela Mortuária na sede e em cada povoamento do município, é uma medida de fundamental importância para os familiares que se despedem de seus entes queridos. Ele ressalta que cada espaço seja munido de banheiros modernos com espaços arejados e que reforçam a importância de um espaço digno para as famílias enfrentarem momentos de tanta dificuldade. “Sabemos da necessidade da população mucuriense e da importância de haver um espaço adequado como esse solicitado, em cada comunidade para que sejam realizados os velórios de forma tranquila para as famílias enlutadas”, ressaltou Itamar.

O vereador Itamar Siqueira lembra que geralmente são utilizadas as associações de moradores, salões de igrejas e outras estruturas que atendem as comunidades e isto gerava alguns conflitos, pois em alguns momentos estes ambientes já tinham programação. E há bastante tempo às comunidades vêm sofrendo com o problema de não haver o local específico para serem realizados os velórios. “A população precisa de um local apropriado. Um lugar digno em que possa velar seus entes queridos com uma estrutura apropriada. Uma Capela Mortuária comporta até dois velórios simultaneamente com espaço para até 40 pessoas em cada sala. E também deverá contar com área verde, área de circulação, bebedouros, cozinha completa e estacionamento”, salientou Itamar Siqueira. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: