Vídeo: Acusado de estupro de vulnerável é preso e diz que menor estava lhe “atentando” em Prado

14 outubro 13:12 2017 Imprimir esta notícia

Antônio Oliveira Ramos, de 54 anos de idade, foi preso na tarde desta sexta-feira, dia 13 de outubro, por policiais da 88ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), que atuam no Pelotão do Prado, acusado de molestar sua enteada, de apenas 7 anos de idade, jogando-a em cima de uma cama e lambendo suas partes íntimas.

A mãe da criança, que já viveu maritalmente com o acusado, mais conhecido por “Tonho”, disse à polícia que mandou a filha na casa do ex-companheiro para pedir-lhe um pouco de cola Durepox e quando lá chegou a menina teria sido levada para uma cama do elemento, que chupou o seu pescoço e tentou fazer sexo orol na mesma.

Durante relatos aos militares gravados em vídeo que o Teixeira News teve acesso, Antônio Oliveira Ramos, o “Tonho” de 54 anos de idade, morador da Avenida Novo Tempo, no Bairro São Brás, um dos mais populosos do Prado, disse que a criança, há vários dias estava lhe “atentando”, tendo mordido um dos seus braços, para provocá-lo. “Eu disse pra ele ir embora e como não foi, “chupei” mesmo. Foi só isso que aconteceu”, disse.

Após ser preso em flagrante na cidade do Prado, “Tonho” foi conduzido e apresentado à delegada Maria Luíza Ribeiro, responsável pelo plantão regional da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas. Mãe e filha também estiveram na sede regional da Polícia Civil, onde foram ouvidas. A menor apresentava um hematoma no pescoço, muito comum de “chupões”, quando uma pessoa aplica a mordida e suga, até que o sangue ganhe uma concentração na pele.

Se condenado, Antônio Oliveira Ramos, o “Tonho” de 54 anos, pode ficar de 8 a 15 anos preso, pena para o crime de estupro de vulnerável.

Revoltados com o ataque, moradores vizinhos ao acusado invadiram a sua casa e começaram a espancá-lo, ato contido com a chegada da Polícia Militar. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: