Vítimas de acidente com ônibus na Bahia são sepultadas no ES

Vítimas de acidente com ônibus na Bahia são sepultadas no ES
03 setembro 22:30 2017 Imprimir esta notícia

O domingo (3) foi de muita tristeza e revolta nas cidades de João Neiva e de Ibiraçu, no norte do Espírito Santo. Duas vítimas do acidente com trabalhadores, que aconteceu na madrugada de sábado (2), em Mascote, na região sul Bahia, foram veladas e sepultadas em suas cidades natais. Ao todo, três pessoas morreram e 19 ficaram feridas no acidente.

O velório de Edvaldo dos Passos, que era conhecido como Japão, começou por volta das 10h30, na Capela Mortuária de João Neiva, assim que uma funerária de Itabuna chegou com o corpo do encanador industrial, que morreu quando o ônibus que trazia trabalhadores da cidade baiana de Dias D’Ávila até Aracruz-ES., capotou no quilômetro 619 da BR-101.

Já o velório de Ademar Carneiro de Andrade, de 58 anos, aconteceu na quadra de esportes de Aracruz-ES. A família estava muito abalada e não quis falar com a imprensa. De acordo com um amigo da vítima, o encarregado de solda Elcides da Silva Lage, foi um choque saber da morte de Ademar, que era mais conhecido como Arara.

Além de Edvaldo e Ademar, o passageiro José Isael Araão Pereira, de 38 anos, também morreu na tragédia. Ele era de Minas Gerais.

O acidente

O ônibus com trabalhadores do Espírito Santo que prestaram serviços na Bahia saiu de Dias D’Ávila, na região metropolitana de Salvador, às 14 horas da sexta-feira (1º), com destino a Aracruz, no norte do Espírito Santo. A previsão era chegar às 10 horas.

Porém, a viagem foi interrompida por volta de 1h30 do sábado (02), em uma curva no km 619 da BR 101, perto da cidade baiana de São João do Paraíso. Foi quando o motorista perdeu o controle da direção e o ônibus tombou. Por pouco, o veículo não caiu em uma ribanceira.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal da Bahia, a curva é bastante perigosa e diversos acidentes já aconteceram no mesmo local. Muitos passageiros dormiam quando o ônibus tombou na rodovia. Eles contam que chovia na hora e o motorista corria.

Os feridos foram levados ao Hospital de Base de Itabuna. A maioria já foi liberada. Duas vítimas tiveram que ser operadas e estão internadas em observação. A metalúrgica Monte Serrat informou que está prestando toda a assistência necessária aos trabalhadores. (Da redação TN)

  Categorias: