Secretaria de Saúde alerta população sobre o combate ao mosquito da dengue em Teixeira de Freitas

Secretaria de Saúde alerta população sobre o combate ao mosquito da dengue em Teixeira de Freitas
23 outubro 10:23 2018 Imprimir esta notícia

Com a chegada do verão o combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela deve ser redobrado. Pensando nisso, a Secretaria de Municipal de Saúde de Teixeira de Freitas criou um cronograma de ações de combate ao mosquito em todo o município, principalmente nos bairros com maior índice de infestação.

São desenvolvidas ações de mobilização, inspeções domiciliares para eliminação de criadouros do mosquito, atividades educativas para orientar a população sobre como evitar focos do vetor e também aplicação de inseticida para eliminar insetos adultos.

A coordenadora dos Agentes de Endemias, Rutiléia Paixão, alerta que, mesmo com todas as ações da secretaria de saúde, a população tem papel fundamental no combate ao Aedes. “Atualmente, 90% dos criadouros são encontrados em residências, por isso ressaltamos que a população precisa fazer sua parte, mantendo as caixas d’água com tampa, olhar a caixinha atrás da geladeira, verificar plantas com água, limpar o recipiente de água dos animais com sabão pelo menos duas vezes por semana e ficar sempre atenta às calhas. Somente com a união da comunidade com as equipe de agentes poderemos diminuir os focos do mosquito.”, alertou Rutiléia.

Um levantamento de Índice Rápido (Lira), feito pelo Programa Nacional de Combate à Dengue, PNCD, constatou que o município de Teixeira de Freitas encontra-se com o índice de infestação de 1.4, considerado como médio risco, para os parâmetros do Ministério da Saúde.

A reprodução acontece sempre em água limpa e parada e grande parte dos focos do mosquito está dentro de casa. Por isso as medidas preventivas envolvem o quintal e ambientes vizinhos.

Para prevenir, é preciso combater. Confira dicas de tarefas que vão eliminar os focos:

  • Limpar e nivelar calhas
    • Guardar baldes e vasos vazios com a boca para baixo
    • Evitar plantas que acumulem água
    • Manter caixas d’água, cisternas e poços fechados
    • Lavar bem ao menos 2 vezes por semana vasilhas de alimentação de animais
    • Descartar lixo e entulhos
    • Guardar pneus em local coberto
    • Manter a lixeira externa sempre com tampa e protegida da chuva
    • Tampar os ralos e vasos sanitários
    • Manter a piscina sempre limpa e com cloro
    • Não acumular água nas lajes

A Secretaria Municipal de Saúde – SMS – informa que o Programa Municipal de Controle de Vetores, da Secretaria Municipal de Saúde, está à disposição para orientações e solicitações através do telefone (73) 3011-2763. (Da redação TN)

  Categorias: