Acusado de atirar em sargento PM morre durante confronto com a polícia em Teixeira de Freitas

Acusado de atirar em sargento PM morre durante confronto com a polícia em Teixeira de Freitas
07 abril 13:58 2015 Imprimir esta notícia

Na tarde desta terça-feira, dia 7 de abril, após mais de seis horas de intensas buscas, policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado da Mata Atlântica (CIPE-MA) e do 13º Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas (BPM), localizaram o acusado de disparar quatro vezes contra uma das pernas e a cabeça do sargento da reserva mais conhecido como Nascimento, crime ocorrido por volta das 6h30, quando o militar fazia sua caminhada matinal no bairro Urbis I, na região sul da cidade.

Segundo os policiais que participaram das ações que almejaram prender o atirador, Anderson Douglas Mendes Rosa, logo após alvejar o PM e roubar sua arma, uma pistola calibre 380, se escondeu em meio à multidão que atualmente ocupa uma área próxima à Grendene, nas imediações do bairro Eixo Sul, também ao sul de Teixeira de Freitas. Quando percebeu a aproximação dos policiais em viaturas caracterizadas, Anderson tentou correr rumo a uma plantação de eucalipto e segundo a polícia, ainda efetuou disparos contra as guarnições. No revide, alegam os militares, o criminoso levou a pior, quando acabou sendo alvejado. Anderson, que já registrava passagens na polícia por assaltos, ainda chegou a ser socorrido pelos próprios policiais ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), mas acabou não resistindo e veio a óbito. Com o indivíduo os policiais apreenderam um revólver calibre 38 com duas munições deflagradas e quatro intactas. Na casa onde o mesmo residia foi localizada a pistola roubada no sargento PM.

Ainda durante o período da tarde desta terça-feira (7) os policiais da CIPE-MA e CETO, detiveram três suspeitos de participação no homicídio tentado contra o sargento Nascimento, sendo um deles apontado como comparsa do acusado morto.

Estado de saúde

No final da tarde desta terça, dia 7 de abril, familiares do sargento Nascimento confirmaram que o mesmo foi submetido a um procedimento cirúrgico para retirada dos projéteis, principalmente os que o atingiram na cabeça e a partir de agora começa o processo de recuperação. O sargento da reserva permanece num leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF) e por enquanto não há previsão de alta. (Por Ronildo Brito e Tyago Ramos)

  Categorias: