Alcobaça: Polícia prende acusado de efetuar disparos em via pública com garrucha de dois canos

Alcobaça: Polícia prende acusado de efetuar disparos em via pública com garrucha de dois canos
13 fevereiro 11:50 2016 Imprimir esta notícia

No início da madrugada desta sexta-feira, dia 12 de fevereiro, policiais militares da Cipe-Mata Atlântica, prenderam e conduziram à Delegacia da Polícia Civil de Teixeira de Freitas (DEPOL), Paulo Francisco Santos, de 33 anos, morador da rua Amazonas, nº 458, bairro Pedra D’água, em Alcobaça, acusado de efetuar disparos de arma de fogo em plena via pública.

A denúncia foi feita por populares à guarnição da Cipe-Mata Atlântica e quando os policiais chegaram ao local encontraram o acusado em posse de uma garrucha, de dois canos e municiada com um cartucho intacto e outro deflagrado.

Como a Delegacia Territorial de Alcobaça (DT), não possui carceragem para abrigar seus presos, Paulo Francisco Santos, de 33 anos, teve que ser recambiado para a sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, onde permanece à disposição da Justiça. No momento da prisão moradores próximos testemunharam em desfavor do acusado e disseram que o indivíduo, além de efetuar os disparos, fazia arruaças com o armamento. (Por Tyago Ramos)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.