Artesão é assinado na porta da casa em que morava no Prado¬

Paulo Ferreira da Cruz, o “Paulinho Artesão”, de 50 anos, foi morto a tiros no início da noite desta terça-feira, 10 de maio, por volta das 18h, em frente de sua residência, localizada à rua Nossa Senhora da Purificação, região central da cidade de Prado.

Artesão é assinado na porta da casa em que morava no Prado¬
Caso é investigado pela Polícia Civil do Prado / Foto: Bahiaextremosul

Segundo informações levantadas pela Polícia Militar a vítima estava na calçada do imóvel, quando os assassinos chegaram em um carro de características não anotadas e dispararam ao menos oito vezes em sua direção.

Vizinhos contaram à polícia terem visto o carro, de cor preta, passando e, logo em seguida ouviram os estampidos dos disparos. Após o crime, os assassinos fugiram tomando rumo ignorado.

“Paulinho Artesão”, segundo a polícia, tinha passagens por homicídio e tráfico de drogas e havia recebido o alvará de soltura recentemente.

Após guia expedida pela Delegacia Territorial do Prado (DT), o corpo foi removido ao IML de Itamaraju. As investigações que buscam identificar autoria e motivação do crime estão a cargo do delegado Kleber Gonçalves, titular da Polícia Civil do município.

Artesão é assinado na porta da casa em que morava no Prado¬

Mucuri assina convênio com Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Artesão é assinado na porta da casa em que morava no Prado¬

PM prende dois homens com cocaína, maconha e crack em Teixeira de Freitas