Bolsonaro veta nova Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões para Cultura

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vetou a nova Lei Aldir Blanc, projeto que criaria uma política permanente para o setor cultural. Aprovada pelo Senado, em março — por 74 votos a favor e nenhum contrário —, a proposta previa o repasse anual de R$ 3 bilhões a estados e municípios durante cinco anos. Em despacho publicado no Diário Oficial da União, Bolsonaro afirma que decidiu vetar integralmente o projeto de lei, “por contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade”.

Bolsonaro veta nova Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões para Cultura

O que é a Lei Aldir Blanc?

A Lei Aldir Blanc 2 (ou nova Lei Aldir Blanc) aperfeiçoa outra legislação de mesmo nome que tratava das políticas para o setor durante a pandemia, mas expirou em 2021. Uma das diferenças agora seria o caráter permanente da medida. Representando o governo Bolsonaro, o senador Carlos Portinho (PL-RJ) afirmou, à época da aprovação do projeto, que o Planalto ficou satisfeito com a redação final da proposta, que disse ser “uma política pública verdadeira para o setor da cultura”.

Bolsonaro veta nova Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões para Cultura

Eletrobras lança oferta de ações para privatização da companhia

Bolsonaro veta nova Lei Aldir Blanc, que previa R$ 3 bilhões para Cultura

Três morrem e um fica gravemente ferido após grave acidente na BR-101, no município de Itamaraju