Cacique é acusado de envolvimento em furto de madeira da Fíbria no município de Caravelas

Cacique é acusado de envolvimento em furto de madeira da Fíbria no município de Caravelas
26 novembro 16:55 2015 Imprimir esta notícia

Na tarde desta última terça-feira, dia 24 de novembro, uma guarnição da CIPPA de Porto Seguro, comandada pelo tenente Carlos Ribeiro, compareceu à Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas (DT), informando que após solicitação de vigilantes da Visel, terceirizada da Fibria , esses que já tinham abordado um caminhão carregado com aproximadamente 17m3 de eucalipto, madeira que teria sido extraída de maneira ilegal.

Segundo os vigilantes, eles receberam uma informação que estava havendo furto de eucalipto próximo à comunida de Pau da Garrafa, no município de Caravelas, quando fizeram campana próximo o local, onde estava sendo feita a retirada da madeira. Em seguida avistaram um caminhão modelo 1113 (Mercedes-Benz ), de cor laranja, placa MPM-5237, licenciado na cidade de Serra-ES., que era conduzido por Altair Drago, de 54 anos e em sua companhia estava Gilberto Pereira Amaral, 49, ambos moradores do bairro Bela Vista em Teixeira de Freitas.

Os dois suspeitos foram encaminjados juntamente com a carga à Delegacia de Teixeira de Freitas, onde após serem ouvidos acabaram sendo liberados, ficando comprovado que ambos tinham sido envolvidos no “esquema” de boa fé e o responsável por tramar a retirada ilegal da madeira tinha sido o cacique Luís Antônio de Mel, da Aldeia Renascer, que está sendo investigado.

O caminhão e o eucalipto foram apreendidos para que a madeira fosse devolvida à Fíbria, em sua sede localizada no distrito de Posto da Mata, no município de Nova Viçosa. (Por Tyago Ramos)

  Categorias: