Caravelas apresenta sua cultura e suas praias de raríssimos encantos neste Carnaval

Caravelas apresenta sua cultura e suas praias de raríssimos encantos neste Carnaval
03 fevereiro 11:03 2016 Imprimir esta notícia

A cidade de Caravelas além de possuir a maior tradição cultural do extremo sul da Bahia e realizar o mais famoso carnaval de rua do interior da Bahia, possui praias de raríssimos encantos e ilhas de encher os olhos. Além disso, é em Caravelas que está sediado o Arquipélago de Abrolhos, uma área cheia de recifes de corais (que chegam a ter 15 Km de extensão por 5 Km de largura), com cinco ilhotas de origem vulcânica, à cerca de 70 Km da costa do balneário de Barra de Caravelas.

Caravelas é a terceira cidade mais antiga administrativamente do extremo sul da Bahia, com 160 anos de emancipação, atrás apenas de Santa Cruz Cabrália, com 182 anos e, Mucuri, com 246. Embora Caravelas fosse fundada em 1581, sendo o município criado em 1700. Em 11 de maio de 1823 travou-se aqui um combate entre a marinha portuguesa e as forças brasileiras, durante a guerra da independência. E em 23 de abril de 1855 passou à categoria de cidade. Com território desmembrado do município de Mucuri e de províncias demarcadas da vila de Porto Seguro, onde se estabelecia na época a capitania territorial.

Foto 02 (1)A história de Caravelas está ligada à população afro-descendente com a maior população negra da costa do descobrimento do Brasil, a importância demográfica e econômica da Estrada de Ferro Bahia Minas Mamãe África – EFBMA, ao arquipélago de Abrolhos, ao Descobrimento do Brasil com expedição de reconhecimento das suas terras em 1503 e instalação da sua primeira feitoria, e mais recente, a Reserva Extrativista Marinha de Cassurubá. Hoje, a cidade é um ponto turístico de embarque para o arquipélago de Abrolhos.

O Arquipélago de Abrolhos foi transformado no primeiro Parque Nacional Marinho brasileiro, em 1986, que passou a ser controlado pelo Ibama e pela Marinha. Em 1988, o trabalho do Projeto Baleia Jubarte entrou em ação. De julho a novembro as baleias Jubarte migram da Antártida em busca de águas mais quentes para se reproduzirem. É um show à parte enxergar de cima de uma embarcação as baleias se exibindo e dando acrobacias no roteiro Caravelas ao arquipélago de Abrolhos.

Foto 03 (1)Caravelas é demarcada por diversas praias exóticas e ainda paradisíacas. É o caso da Praia da Ponta da Baleia, que é isolada, de ondas fortes e areia branca, cujo acesso só é possível na maré baixa. Praia do Grauçá numa vila de pescadores com muita lama provinda do rio de Caravelas, mas a vila ganhou movimento com as pousadas e bares ali instalados e as amendoeiras garantem boa sombra e fica a oito quilômetros do centro da cidade. E Praia do Quitongo, que trata-se de uma praia urbana onde desemboca o rio Caravelas, contudo, a praia praticamente só existe em períodos de maré cheia.

Foto 04 (1)Caravelas tem ainda a praia de Iemanjá, com 4 km de extensão, areia fofa e dourada, propícia para a pesca de camarão, onde na chegada há um bar com a estátua de Iemanjá. Praia do Aracaré, também conhecida por Praia da Barra de Caravelas, a mais badalada do município. Só permite banhos na maré alta, quando o mar transborda do leito do canal e avança sobre o trecho raso de areia escura.

Praia do Pontal do Sul, que é ilhada e deserta, de águas límpidas, e é separada de Grauçá por um braço de mar, com uma travessia fácil de 10 minutos de barco. Praia da Barra Nova, também deserta, de areia fina e clara e muitos coqueiros, de águas mornas e ondas fracas, distante a 01h15 de barco a partir de Caravelas. Além da Praia do Catueiro, uma outra praia ilhada e deserta, de águas muito límpidas.

Foto 05 (1)A cidade de Caravelas e seus balneários possuem além das suas belas praias, ilhas e festas culturais, o Parque Nacional Marinho de Abrolhos e seu famoso carnaval de marchinhas e escolas de samba. Para se chegar à cidade de Caravelas, o acesso sempre foi pela BA-001, passando por Acobaça. Agora a sua principal estrada já ficou pronta, que é a BR-418, a partir da BR-101 em Posto da Mata. Ou seja, são 84 quilômetros de distância da BR-101 até a cidade de Caravelas via BR-418, por uma estrada larga e novíssima.

Foto 06 (1)Para o prefeito Jadson Ruas (PDT), o asfalto da BR-418 voltou a colocar a praia de Caravelas na porta da casa dos mineiros. “O acesso direto ligando as cidades do Vale do Aço, do Vale do Mucuri e de todo nordeste de Minas Gerais, favorece o turismo do município de Caravelas. A nova BR-418 abre um canal de fácil acesso tanto para a região, quanto para os estados de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal”, destacou. (Por Athylla Borborema).

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.