Carreta tomada de assalto na BR-101 é abandonada em Itamaraju; carga avaliada em R$ 400 mil é roubada pelos criminosos

Carreta tomada de assalto na BR-101 é abandonada em Itamaraju; carga avaliada em R$ 400 mil é roubada pelos criminosos
05 dezembro 18:17 2015 Imprimir esta notícia

O assalto violento aconteceu na noite desta sexta-feira, dia 4 de dezembro, nas imediações do trevo de acesso à fábrica da Suzano, na BR-101, em território de Mucuri, quando o motorista de uma carreta Volvo, de cor branca, placa MSK-2771, licenciada de Vila Velha-ES., de propriedade da empresa Ghisolfi Logística Ltda., foi parado numa falsa blitz. Logo após fazer o condutor parar, os três assaltantes, que estavam a bordo de um veículo Toyota Corola, de cor prata e em posse de armas de grosso calibre, fizeram o motorista descer, forçaram a sua entrada no porta-malas do veículo menor e assumiram a direção do caminhão.

Após algum tempo em poder dos criminosos, o motorista capixaba, que permaneceu o tempo inteiro com as mãos amarradas, conta que acabou sendo deixado nas imediações do Posto Nova Era, já bem próximo ao perímetro urbano de Teixeira de Freitas, momento que ele conseguiu contar com ajuda de outro caminhoneiro e comunicou o crime à Polícia Rodoviária Federal (PRF).

E na madrugada deste sábado (5), policiais militares de Itamaraju, que já realizavam rondas sabendo do roubo do caminhão, conseguiram localizar o veículo, abandonado, com a cabine fechada e as portas do baú abertas, sendo que a carga de barbeadores e outros produtos, avaliada em R$ 400 mil, terminou sendo roubada pelo bando. A polícia acredita que os criminosos tenham feito a transferência da carga para outro caminhão em alguma estrada vicinal da região e apenas abandonou a carreta em Itamaraju para não gerar suspeita.

Neste sábado (5), agentes do Posto 3, da Polícia Rodoviária Federal de Teixeira de Freitas (PRF), acompanhados do motorista vítima do roubo, deslocaram-se a Itamaraju e assim que comprovaram que a carreta abandonada perto de um posto de combustível era a mesma que havia sido alvo do roubo ocorrido em Mucuri, trataram de comunicar o achado à Delegacia da Polícia Civil de Teixeira de Freitas (DEPOL), onde as investigações seguem a cargo do delegado titular Kleber Gonçalves.

Nos últimos meses esse tipo de crime vem acontecendo com certa freqüência na região extremo sul e parece que nem mesmo uma mega operação desencadeada pela Polícia Federal (PF), que prendeu acusados de roubar cargas, inclusive um fazendeiro de Itabela, inibiu a ação dessas quadrilhas especializadas. Um dos alvos preferidos dos ladrões são carretas de café. (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.