Casa em que foram assassinados mãe e filho volta a ser palco de um crime violento no interior de Mucuri

Casa em que foram assassinados mãe e filho volta a ser palco de um crime violento no interior de Mucuri
04 dezembro 23:25 2015 Imprimir esta notícia

O corpo de  Valdemir Nunes de Oliveira, de 55 anos, foi localizado no fim da tarde desta última quinta-feira, dia 3 de dezembro, no interior da casa em que morava, numa propriedade rural localizada nos arredores de Costa Dourada, balneário do litoral sul de Mucuri.

Segundo o dono da fazenda onde aconteceu o crime, propriedade rural que a vítima administrava, ele tinha dado a colheita da safra de cocos para Valdemir e quando bebia, o trabalhar tinha o hábito de falar demais, tendo afirmado recentemente em um bar daquela região, que estava com dinheiro pronto para comprar uma casa, o que pode ter gerado o sentimento de cobiça por parte do criminoso.

O crime, pelo estado do corpo, deve ter acontecido, sendo análise da Polícia Civil, pelos menos 24 horas antes do achado e após o levantamento cadavérico, o cadáver acabou sendo removido ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia. Na casa, que estava revirada, além do dinheiro não encontrado, o criminoso roubo um DVD e o aparelho celular da vítima. O assassinato segue sendo investigado pelo delegado Charlton Fraga, titular da Polícia Civil no município de Mucuri.

Na mesma casa onde Valdemir foi encontrado morto, segundo a polícia com golpes de faca na região do pescoço, anos atrás foram assinados Jorleide Guimarães e o seu filho Cristian Guilherme, de apenas 19 anos na época, crimes atribuídos ao esposo e pai das vítimas respectivamente, conhecido por Clero, que foi condenado pelo duplo assassinato e permanece cumprindo pena no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas. Até os dias atuais Clero permanece negando a dupla execução. (Por Ronildo Brito)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.