Combater a corrupção no Brasil é “enxugar gelo”, diz procurador da República

Combater a corrupção no Brasil é “enxugar gelo”, diz procurador da República
07 janeiro 10:39 2019 Imprimir esta notícia

O procurador da República, Roberson Pozzobon, membro da Lava Jato em Curitiba, afirma que combater a corrupção no Brasil é como “enxugar gelo”. A afirmação do integrante da força-tarefa foi dada durante entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo Pozzobon, a ida do ex-juiz federal Sérgio Moro, então chefe da Lava Jato em primeira instância, vai ajudar a melhorar a legislação penal e criminal no país. “Vejo essa assunção do cargo de ministro da Justiça pelo Sérgio Moro como algo positivo à Operação Lava Jato, porque ele vai enfrentar o problema de forma macro, vai enfrentar justamente as falhas legislativas, as lacunas, ausências de normas em determinados pontos, que fazem com que a corrupção se retroalimentem no Brasil. E, às vezes, passa uma mensagem para quem enfrenta a corrupção de que está enxugando gelo”, disse.

Para o procurador da República, o esquema descoberto na Petrobras teve modelo replicado nos estados. “Ficou muito claro que o esquema que a gente havia constatado na Petrobrás se repetia de modo muito semelhante, senão idêntico, nesses outros governos, de Estados e municípios, em que estavam muitas vezes membros da oposição ao governo federal”, contou.

Ainda em entrevista ao diário paulista, o integrante da Lava Jato prometeu novidades na operação para antes do carnaval. (Da redação TN)

  Categorias: