Conselho vai apurar conduta de psicólogo preso por suspeita de abusar de pacientes em Teixeira de Freitas

Conselho vai apurar conduta de psicólogo preso por suspeita de abusar de pacientes em Teixeira de Freitas
22 janeiro 14:15 2019 Imprimir esta notícia

O Conselho Regional de Psicologia da Bahia (CRP-03) emitiu nota pública expressando seu posicionamento sobre o caso do psicólogo e pastor George Hilton Brito Pereira, preso na última quarta-feira, dia 16, em Alcobaça, sob acusação de abusar sexualmente de três mulheres com idades entre 19 e 20 anos. Segundo as investigações da polícia, George alegava que as práticas sexuais faziam parte do tratamento psicológico em seu consultório na cidade de Teixeira de Freitas.

Mesmo com o caso não julgado, o Conselho informa que repudia e condena práticas psicológicas que não se pautam em parâmetros técnicos, científicos e éticos da profissão. A autarquia defende o zelo com a psicologia, o respeito às pessoas e atuação dentro dos princípios éticos e da ciência.

O Conselho, enquanto órgão fiscalizador da profissão, afirma que está tomando as medidas cabíveis referentes ao fato onde os procedimentos disciplinares, diante da situação em questão, encontram-se em andamento visando a devida tratativa do caso. (Da redação TN)

  Categorias: