Criadores vacinam mais de 95% do rebanho jovem contra aftosa

Criadores vacinam mais de 95% do rebanho jovem contra aftosa
20 janeiro 02:17 2016 Imprimir esta notícia
A segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa de 2015 alcançou o índice de 95,13%, quando foram imunizados os bovinos e bubalinos com até 24 meses, mesmo com os problemas enfrentados pela falta de chuva no território baiano. Foram vacinados 3.294.676 dos 3.463.267 animais vacináveis.

As regiões que obtiveram melhores índices foram Salvador (99,02%), que contempla os municípios de Candeias, Camaçari, Simões Filho, Lauro de Freitas, Dias D’Ávila, Mata de São João e São Sebastião do Passé; Itapetinga (98,43%); Irecê (98,20%); Teixeira de Freitas (97,22%); e Itaberaba (96,83%).
Os dados foram obtidos a partir do confronto de informações entre as declarações dos criadores e os relatórios das revendas de vacinas de responsabilidade da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura (Seagri). Os números, segundo o secretário da Agricultura, Vitor Bonfim, “refletem o comprometimento dos produtores com o desenvolvimento sustentável da pecuária baiana, que tem a sanidade animal como base para o desenvolvimento atividade”.
Livre da aftosa 

De acordo com o diretor de Defesa Sanitária Animal, Rui Leal, com o índice acima do exigido – de 90% – atrelado ao sistema de atendimento às doenças, vigilância epidemiológica, fiscalização e informatização de dados consolidados, a Bahia mantém o status de livre da Febre Aftosa com Vacinação.
“Em maio, o nosso estado completa 15 anos deste reconhecimento internacional fornecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE)”, diz Leal. O impacto negativo de uma enfermidade como a febre aftosa em um país como o Brasil é em torno de US$ 7 bilhões por ano. (Da redação TN)
  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.