Depoimento de João de Deus tem fio queimado, teclado quebrado e escrivão acidentado

Depoimento de João de Deus tem fio queimado, teclado quebrado e escrivão acidentado
17 dezembro 20:19 2018 Imprimir esta notícia

Após se entregar a polícia em Goiás, no início da noite de domingo (16), João de Deus assustou investigadores, escrivãos e a delegada com seu depoimento que gerou reações sobrenaturais. Foram gritos, fio queimado, teclado quebrado e agente ferido. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Segundo os presentes, quando o médium começou a falar, a primeira ação inusitada foi com o computador, usado para registrar as falas do autor, que parecia ter vida própria. “Você apertava uma tecla e ela OOOOOOOOO…”, contou a delegada Karla Fernandes, coordenadora da força-tarefa responsável pelo caso na Polícia Civil. Logo após o fenômeno, Karla decidiu ligar o ar-condicionado, e para isso teria usado uma extensão, que em segundos teve seu fio explodido e ainda queimou o frigobar. “Todo mundo gritou”, contou Karla à Folha.

Além disso, o interrogatório estava programado para ocorrer em Anápolis (GO), mas mais um imprevisto ocorreu. O escrivão que tinha sido escalado para descrever o caso foi atropelado na BR-060, a caminho da delegacia, e quebrou o braço. Por isso, o depoimento teve que ser transferido para Goiânia (GO).

A delegada disse ainda que foi possível passar por todos os sustos e o interrogatório durou mais de duas horas. Ela ressaltou que estão diante de uma situação que envolve crenças e energias. “Não tenho medo, tenho respeito, até porque sou espiritualista”, comentou a delegada. (Da redação TN)

  Categorias: