Desaparecidos após venda de carro são encontrados mortos no sul da Bahia; acusado confessa

Desaparecidos após venda de carro são encontrados mortos no sul da Bahia; acusado confessa
19 dezembro 10:57 2018 Imprimir esta notícia

Foram encontrados na manhã desta última segunda-feira, dia 17 de dezembro, os corpos do comerciante Neilton Santos Andrade e do caminhoneiro Anderson Júnior Assis Souza. Eles, que trabalhavam com revenda de veículos, estavam desaparecidos desde a última sexta-feira (14), e foram vistos pela última vez quando saíam de Itabuna para entregar um Fiat Punto, que tinham acabado de vendes para uma pessoa na cidade de Itajuípe.

De acordo com informações do site Vermelhinho BA, os corpos foram localizados em dois lugares diferentes. O de Neilton foi encontrado na cidade de Itaiá, enquanto que o de Anderson em Ibitupã, nas proximidades de Ibicuí.

As circunstâncias nas quais os corpos foram achados também foram diferentes. Anderson foi esquartejado e queimado junto a um pneu de carro. Já o corpo de Neilton estava enterrado.

O principal suspeito pelo duplo homicídio é um homem que seria o comprador do carro. O acusado está desaparecido e a polícia também não descarta a possibilidade de participação de outras pessoas no duplo homicídio.

Carro foi localizado queimado na mesma região onde os dois vendedores foram mortos

Carro foi localizado queimado na mesma região onde os dois vendedores foram mortos

O acusado

O delegado regional de Itapetinga, Roberto Júnior, acaba de informar que vai pedir à Justiça a prisão preventiva de José Carlos Viana Alencar Júnior, o “Nininho”. Ele é acusado de matar os vendedores de veículos Neilton Santos Andrade, “Saporeca”, e Anderson Júnior Assis Souza. “Andinho”.

Segundo o site Diário Bahia, as suspeitas sobre “Nininho” se confirmaram com a confissão do criminoso, pelo telefone. Em ligação para as delegacias de Itajuípe e Ibicuí, ele, que está foragido, assumiu o duplo homicídio e informou onde estavam os corpos.

“Nininho”, segundo a polícia, é um indivíduo bastante perigoso, suspeito de praticar diversos crimes na região. Talvez por desconhecer essas informações, “Saporeca” e “Andinho” não tomaram qualquer precaução ao negociarem com ele, um carro Punto, de placa NYH-7033. A hipótese mais provável é que José Carlos Viana Alencar Júnior, o “Nininho, tenha matado pra roubar. (Da redação TN)

  Categorias: