Desmonte da Cesta do Povo; demissões caminham a passos lagos

Desmonte da Cesta do Povo; demissões caminham a passos lagos
03 março 10:33 2016 Imprimir esta notícia

O governo baiano ainda não definiu quando (e se) ocorrerá o leilão da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), controladora da Cesta do Povo. O clima é cada vez mais de apreensão entre funcionários.

Cerca de 60 lojas foram fechadas nos últimos 90 dias, de acordo com informações. O processo de desmonte caminha a passos largos, assim como as demissões.

Funcionários aumentaram as mobilizações para pressionar o governador Rui Costa. E houve contraofensiva. Francis Tavares, presidente da Associação dos Funcionários da Ebal, foi demitido.

Francis trabalhava no setor administrativo da empresa, em Salvador. Funcionários da Ebal dizem que ele caiu por causa da mobilização contrária ao processo de privatização da Cesta do Povo. (Informações: Blog Pimenta)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.