Dilma pede ajuda de evangélicos no combate ao Aedes

Dilma pede ajuda de evangélicos no combate ao Aedes
19 fevereiro 16:54 2016 Imprimir esta notícia

A presidente Dilma Rousseff realizou na tarde desta quinta-feira (18), no Palácio do Planalto, uma reunião com lideranças evangélicas de todo Brasil. O objetivo do encontro foi solicitar ajuda do meio para o combate ao mosquito Aedes Aegypti, causador de doenças como Dengue, Zika e Chikungunya. Na semana passada, a presidente já havia tido reunião semelhante, também no Planalto, com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic).

Bispa da Igreja Batista Caminho das Árvores, Lorena Brandão, uma das quatro mulheres presentes na oportunidade, enfatizou a importância da mobilização de todo país para o controle da proliferação do mosquito. “Temos que propagar com a população esta ideia de conscientização. Se de 100 casas apenas uma deixar de cuidar dos focos, milhares de pessoas podem ser atingidas. A Igreja Evangélica, que tem mais de 42 milhões de seguidores, é fundamental para esta causa, pois alcança públicos de todas as partes do país. A presidente Dilma pediu essa ajuda e estamos dispostos a ajudar na exterminação do Aedes”, afirmou Lorena.
Escolas de todo o país vão receber hoje (19), Dia Nacional de Mobilização da Educação contra o Zika, a visita da presidenta Dilma Rousseff e de ministros. As atividades nas escolas buscam conscientizar e mobilizar os estudantes para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika.
Dilma participará de atividade com alunos do Colégio Alfredo Vianna, no município baiano de Juazeiro. Pelo menos 25 ministros viajam pelo país para visitar escolas. (Da redação TN)
  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.