Dupla sequestra e mata a tiros casal de jovens em Teixeira de Freitas; assassinos são presos

Dupla sequestra e mata a tiros casal de jovens em Teixeira de Freitas; assassinos são presos
08 fevereiro 13:36 2015 Imprimir esta notícia

Uma dupla do bairro Nova Teixeira, em Teixeira de Freitas, sequestrou, amarrou e amordaçou um casal de jovens, levando-os na sequência para uma estrada vicinal nas proximidades do aterro sanitário da cidade e no local, a dupla executou os adolescentes a golpes de escopeta calibre 12. O jovem que era sobrinho da esposa de um dos criminosos foi executado com um tiro no rosto e a menina com um tiro na região clavicular.

A dupla execução ocorreu por volta das 19h deste sábado (07/02) e por volta das 23h30, os autores foram presos pela equipe do tenente-coronel Paulo Silveira, comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas. A dupla foi presa no Residencial Ramalho, onde as sandálias das vítimas e a arma do duplo homicídio (uma espingarda calibre 12) foram encontradas pelos militares da Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) no interior do veículo utilizado pelos criminosos.

Os autores do crime são os irmãos José Machado Pereira, 34 anos, operador de máquinas, natural de Buerarema-BA., e Genilsson Machado Pereira, 21 anos, natural de Itabuna-BA., que cumpriu pena até o ano passado por ter sido condenado por tráfico de drogas por sua comarca de origem, ambos atuais moradores da Rua Euclides da Cunha, bairro Nova Teixeira, em Teixeira de Freitas. Segundo confessou o José, ele arquitetou o duplo homicídio e chamou o irmão para a “empreitada” utilizando um Fiat/Pálio, cor branca, placa policial MTT-6263, porque suspeitava que o casal de jovens estaria aliciando sua esposa para traí-lo. E antes que conseguissem o intuito, resolveu matá-los.

As vítimas foram Jefferson Rodrigues Neves, 19 anos, e a adolescente Micleide da Silva Souza, 16 anos, que moravam no bairro São Lourenço, em Teixeira de Freitas. Conforme o titular da Polícia Civil em Teixeira de Freitas, delegado Kleber Gonçalves, o mentor do duplo homicídio dos jovens (José Machado Pereira, 34 anos) assumiu a autoria dos disparos fatais e confessou que as vítimas estavam aliciando a sua esposa e viabilizando encontros para que ela tivesse um caso com certo homem, ou seja, a esposa foi o pivô.

A vítima “Jefferson” que era sobrinho da sua esposa, seria quem estava promovendo o aliciamento com ajuda da sua amiga (Micleide). E ao descobrir o plano diante da sua própria convicção, planejou um flagrante de adultério para a esposa, como não conseguiu, mesmo assim colocou em prática a morte do jovem casal. (Por Thyago Ramos).

  Categorias: