Eslováquia se une à Áustria e Hungria para receber transporte via tubulação

Eslováquia se une à Áustria e Hungria para receber transporte via tubulação
15 março 09:49 2016 Imprimir esta notícia

Para quem ainda não ouviu falar, o hyperloop pode ser o futuro dos meios de transporte de média e longa distâncias. Trata-se de um vagão parecido com um foguete que pode percorrer um sistema de tubulações a mais de 1,2 mil quilômetros por hora, sendo mais rápido até do que aeronaves comerciais, e que vem sendo desenvolvido por duas empresas através de um método parecido com o crowd funding que não envolve dinheiro, mas sim conhecimento.

A mais adiantada delas é a HTT (Hyperloop Transportation Technologies), mais uma criação do “Tony Stark da vida real”, o empreendedor tecnológico Elon Musk, envolvido com uma grande diversidade de empresas que desenvolvem as tecnologias mais avançadas do mundo no ramo das ciências, como a SpaceX, a Tesla, a SolarCity e a Open AI, além de ser cofundador da Zip2 e da PayPal.

Quem entra nessa brincadeira agora e pode estar entre os primeiros países a receber o projeto da HTT é a Eslováquia, que assinou um acordo com a empresa responsável pelo empreendimento para ter sua capital, Bratislava, ligada a Viena, capital da Áustria, e a Budapeste, capital da Hungria. Pode parecer um projeto ambicioso demais, porém as distâncias entre as cidades são pequenas e devem facilitar a implantação.

Entre Viena e Bratislava, temos cerca de apenas 56 quilômetros em linha reta, 80 se considerarmos o caminho que hoje é feito para ligar as cidades. Outros 160 quilômetros separam a capital eslovaca de Budapeste, trecho que chega a 200 através de estradas. Esses espaços podem facilmente ser percorridos pela primeira versão do hyperloop da HTT, caso o projeto realmente saia do papel. A promessa? Realizar o percurso entre Viena e Bratislava em 8 minutos, e entre Bratislava e Budapeste, em 10.(Fonte: TecMundo)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.