Ex-militar do Exército é brutalmente assassinado em Alcobaça

Ex-militar do Exército é brutalmente assassinado em Alcobaça
10 novembro 11:41 2015 Imprimir esta notícia

O corpo do ex-militar Alex Gaudêncio Calixto Sampaio, de 29 anos, que chegou a servir no grupamento de paraquedistas do Exército Brasileiro, foi localizado por um enteado seu, no final da manhã desta segunda-feira, dia 9 de novembro, no interior da casa onde morava, no Sítio Marobá, às margens da BA-001, em Alcobaça.

Primeiro a 88ª Companhia Independente da Polícia Militar de Alcobaça (CIPM), foi informada sobre o achado do corpo e imediatamente uma guarnição acabou sendo designada à pequena propriedade rural. Assim que os policiais chegaram ao lugar e comprovaram a veracidade da informação, isolaram o imóvel onde estava o corpo e comunicaram o ocorrido ao delegado Marco Antônio Neves, que responde pela Polícia Civil no município.

Acompanhado de peritos do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), o delegado Marco Antônio deslocou-se ao sítio e durante o levantamento cadavérico e perícia de local, foi comprovado que o corpo apresentava extensas lesões, principalmente na cabeça e costas, possivelmente provocadas por facão ou machado. As pernas do ex-militar também teriam sido quebradas durante o ataque.

Motivação e autoria do bárbaro crime continuam desconhecidas, mas na tarde desta segunda-feira, dia 9, a polícia recebeu uma denúncia dando conta de um suposto desentendimento que a vítima tivera com um desafeto, o que pode ter motivado o assassinato. Ultimamente o ex-militar vinha atuando no ramo de pesca em Alcobaça e até o fechamento dessa reportagem não foi informado o motivo de sua saída do Exército.

Após a perícia de local foi autorizada a remoção do corpo ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia. Um inquérito policial foi instaurado para investigar a barbárie. (Por Ronildo Brito)

  Categorias: