Ex-prefeito melhor avaliado do interior do ES registra candidatura a deputado estadual

Ex-prefeito melhor avaliado do interior do ES registra candidatura a deputado estadual
15 agosto 12:53 2018 Imprimir esta notícia

O ex-prefeito da cidade de Pinheiros, o administrador de empresas Antônio Emater (PSB) que deixou a Prefeitura Municipal em 31 de dezembro de 2016 com o maior índice de aprovação popular do interior do Estado e também considerado um dos quatro prefeitos mais bem avaliados no interior do Brasil, consolidou nesta nesta-quarta (15/08) no Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, o registro da sua candidatura a deputado estadual para as eleições do próximo dia 7 de outubro.

Confirmado candidato a deputado estadual para o pleito de 2018, Antônio Emater herdará um grande eleitorado no extremo norte, noroeste e norte do Espírito Santo, tendo em vista que os grandes caciques políticos destas três regiões administrativas do Estado não são candidatos este ano e muitos não buscarão à reeleição. Antônio Emater carrega no currículo um histórico de retidão, lealdade, simplicidade, compromissado e é considerado pelo público capixaba como uma das maiores reservas morais do seu Estado.

Para ele, a sua candidatura é fruto de um trabalho de longos anos que só fez promover o bem aos capixabas e o desenvolvimento econômico do norte e do extremo norte do Espírito Santo, reafirmando o seu compromisso com a população e com as inúmeras lideranças da região e pediu ao eleitor capixaba que faça uma análise da vida pública e do histórico dos candidatos na hora de escolher seus nomes no pleito deste ano.

“Encaro mais esse desafio por acreditar que, com as experiências acumuladas ao longo da minha vida pública, posso contribuir ainda mais com o crescimento do meu estado do Espírito Santo. Meu compromisso sempre foi com o trabalho e com a transparência pública e por estas e outras razões que o nosso reconhecimento é celebrado pelos irmãos capixabas”, solenizou Antônio Emater.

Quem é Antônio Emater

Antônio Carlos Machado, o “Antônio Emater”, tem 54 anos, nasceu em Alegre, no sul do Espírito Santo e se mudou para a cidade de Pinheiros no ano de 1992, aos 28 anos de idade. Ele chegou a Pinheiros na qualidade de Técnico em Agronomia para trabalhar na extinta EMATER – Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Espírito Santo, que no ano 2000 se transformou na INCAPER – Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, autarquia vinculada à SEAG – Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca do Espírito Santo.

Casado com Sílvia Damasceno Machado e pai de Altobeli e Diego, o candidato a deputado estadual Antônio Emater foi chamado para a vida pública por meio do seu trabalho desenvolvido como técnico da Emater, marca que herdou no nome para a vida pública. Na empresa ele trabalhou direto na assistência ao produtor rural no município de Pinheiros, com quem estabeleceu uma relação de confiança harmoniosa. Como quase todo capixaba, acordava muito cedo para atender o homem do campo, numa época ainda muito difícil onde conquistou melhorias para a zona rural e teve a oportunidade de coordenar várias frentes de trabalho no projeto da – SUDENE – Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, obtendo inúmeros êxitos e investimentos em combate a estiagem no município.

No ano de 1993, conhece um dos homens públicos mais importantes do Estado, o engenheiro florestal e então deputado estadual José Renato Casagrande, que nas eleições de 2018 busca a se eleger pela segunda vez governador do Espírito Santo, com quem mantém uma relação de lealdade e amizade há 25 anos. Em 1994, Antônio Emater foi convidado por lideranças estaduais e locais a se filiar ao PSB – Partido Socialista Brasileiro, no qual está filiado até hoje. No ano 2000, elegeu-se vereador e como parlamentar foi autor de leis municipais que até os dias atuais são referências no município e ainda conquistou demandas essenciais para a população de Pinheiros. No ano de 2004, Antônio Emater se elegeu vice-prefeito e assumiu a Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento e teve a oportunidade de revolucionar a agricultura do município conquistando recursos e desenvolvendo projetos empreendedores para o homem do campo e contribuiu diretamente no aumento dos tributos do município.

Em 2008, foi candidato a prefeito de Pinheiros e venceu as eleições com uma expressiva votação e em 2012, foi candidato à reeleição e obteve 51,52% dos votos válidos. Em 8 anos administrando o município de Pinheiros, Antônio Emater promoveu um governo voltado para o incremento humano com foco no desenvolvimento de pessoas e a criação de oportunidades para as famílias de baixa renda, tanto que foi reconhecido em nível nacional, ganhando vários prêmios que foram concedidos por outorga exclusiva por instituições técnicas administrativas. Oportunidade que como prefeito conquistou várias empresas e indústrias para o município, gerando emprego e renda, além de ter capitaneado programas essenciais do governo federal e do estado em prol da melhoria da saúde pública, da educação, cultura, assistência social, infraestrutura, moradia e bem-estar das pessoas.

Antônio Emater no seu segundo mandato de prefeito ocupou uma cadeira efetiva no GGIM – Gabinete de Gestão Integrada Municipal e teve a oportunidade de presidir o Consórcio ProdNorte – Associação dos Municípios para o Desenvolvimento Sustentável do Extremo Norte Capixaba com base nos municípios de Ecoporanga, Ponto Belo, Mucurici, Montanha, Nova Venécia, Pinheiros, Boa Esperança, Conceição da Barra, Jaguaré, Pedro Canário, São Mateus e Vila Pavão, abrangendo uma população de 353.769 mil habitantes.

Na época Antônio Emater viabilizou a revitalização da malha viária da região, foi o precursor do início do processo de industrialização do Norte do Estado, especialmente da instalação da Volare/Marco Polo, da Placas do Brasil no seu município, conclusão da maior barragem do Estado entre os municípios de Pinheiros e Boa Esperança, o Centro de Especialidades Médicas em Nova Venécia (Rede Cuidar), dirigiu a bandeira pela criação da segunda Universidade Federal do Espírito Santo, com a transformação do CEUNES em universidade autônoma, campus São Mateus, além da conquista de investimentos e avanços para a região norte que acabou como resultado de todo esforço, passando ser a responsável por mais de 50% da economia capixaba. (Por Athylla Borborema)

  Categorias: