Falta de pagamento: Marcelo Angênica enfrenta primeiro protesto de servidores da saúde em Itamaraju

Falta de pagamento: Marcelo Angênica enfrenta primeiro protesto de servidores da saúde em Itamaraju
Imagem: Itamaraju Notícias
24 janeiro 02:01 2017 Imprimir esta notícia

Nesta segunda-feira, dia 23 de janeiro, profissionais do setor de saúde saíram às ruas de Itamaraju num ato de protesto pela falta de pagamento. Com panelas e cartazes eles gritavam palavras de ordem por direitos trabalhistas à nova gestão.

A exemplo de Caravelas, o prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica, decretou estado de emergência e apesar de não ter efetuado o pagamento dos salários atrasados dos servidores, já contratou altos valores sem licitação, a exemplo de R$ 600 mil em materiais de limpeza e quase R$ 1,5 milhão na compra de medicamentos.

Durante o manifesto a liderança dos servidores afirmou que a partir dessa próxima quinta-feira (26), caso não haja a solução do problema, será iniciada uma greve geral, por tempo indeterminado. Como a Prefeitura de Itamaraju não possui assessoria de imprensa, ninguém consegue saber o posicionamento do governo municipal.

Sabe-se que Angênica alega não ter sido ele o responsável pela dívida junto aos funcionários, apesar da gestão anterior ter alegado que deixou recurso em caixa para tais pagamentos, a exemplo do dinheiro da repatriação. (Da redação TN)

  Categorias: