Fogo destrói áreas ambientais e mata espécies de animais silvestres em Porto Seguro

Fogo destrói  áreas ambientais e mata espécies de animais silvestres em Porto Seguro
13 março 19:33 2016 Imprimir esta notícia

Um incêndio de grande proporção destruiu durante 10 dias, áreas essenciais da Mata Atlântica no município de Porto Seguro. Conforme o coronel Joelson Resende, comandante do 6º Grupamento de Bombeiros Militares de Porto Seguro, o fogo teve início no dia 2 de março e, além da destruição da flora, provoca a morte de várias espécies de animais silvestres.

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, a situação ocorre três meses após, o Parque Nacional do Monte Pascoal, unidade de conservação criada em 1961 no município de Porto Seguro, também ter sido atingido por um incêndio. Conforme o comandante, o fogo é provocado pela ação humana e é agravado pela seca que castiga a região há meses.

Segundo o comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar de Porto Seguro, major Anacleto França, os incêndios são provenientes de invasões organizadas, diante da proximidade do período eleitoral. “O objetivo do grupo que está promovendo estes eventos delitivos é destruir a vegetação nativa e as áreas de Mata Atlântica para que depois possam invadir as mesmas áreas. Não tem nenhum sem-teto nisso. Todos têm casa e endereço certo. Trata-se de uma quadrilha em ação contra o meio ambiente”, disse comandante França.

Na segunda-feira do último dia 7 de março, policiais militares da Companhia Independente de Policiamento de Proteção Ambiental de Porto Seguro (CIPPA), prenderam em flagrante delito um jovem de 23 anos, que colocava fogo em uma área de Mata Atlântica, no bairro de Xurupita.

Na última quinta-feira (10), um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) chegou ao município para auxiliar o Corpo de Bombeiros no trabalho de combate aos incêndios no Vale do Rio Buranhém, no Parque Nacional do Pau Brasil, região de difícil acesso para os brigadistas.

cippadSomente na manhã deste domingo (13), se teve notícia que todos os focos foram controlados. Os bombeiros também contaram com apoio de equipes do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O fato fez acontecer na manhã deste domingo (13), uma nova reunião entre as principais autoridades políticas, ministeriais e policiais do município de Porto Seguro para discutir uma solução objetivando combater a grande quantidade de incêndios que vem acontecendo, na sua maioria criminosos.

Participaram desta reunião o promotor de justiça titular da Vara do Meio Ambiente, Wallace Carvalho; a prefeita Cláudia Oliveira (PSD); o comandante do 18º BPM, major Anacleto França; o procurador geral do município Hélio Lima; o subcomandante da CIPPA, capitão Luís Neto; o secretário Municipal de Meio Ambiente, Bené Gouveia; o secretário de Obras e Serviços Urbanos, Marlus Brasileiro; e o secretário Municipal de Trânsito e Serviços Públicos, Eriovaldo Renovato. (Por Athylla Borborema).

  Categorias: