Governo garante vinda de empresa chinesa à Bahia para construção do VLT

Governo garante vinda de empresa chinesa à Bahia para construção do VLT
11 março 16:26 2016 Imprimir esta notícia

Um das maiores empresas chinesas na área de infraestrutura e logística, com mais de 13 mil quilômetros de ferrovia construídos, garantiu que vai enviar uma delegação à Bahia, visando viabilizar a implantação do VLT de Salvador. A decisão do CEO da China Tiesiju Civil Engineering (CTCE), Chuanlin Wang, foi tomada durante reunião com o governador Rui Costa na sede do grupo, na cidade de Hefei, nesta sexta-feira (11), último dia da Missão Oficial do Governo do Estado no país asiático.

Além do VLT, que vai ligar o Subúrbio Ferroviário ao bairro do Comércio, contribuindo para desafogar o trânsito de toda capital, os técnicos do CTCE também vão aprofundar os estudos sobre os projetos de água e saneamento para Salvador. A seleção das ações aconteceu após apresentação de todas as obras de infraestrutura que o governador Rui Costa negociou  com grupos chineses, ao longo dos últimos cinco dias.

Após firmar parceria com Governo do Estado para essas duas primeiras obras na Bahia, a CTCE poderá investir nos projetos da Ponte Salvador-Itaparica e na Fiol (Ferrovia Oeste-Leste). A informação também é do CEO da empresa, que destacou a segurança proporcionada pelo formato de Parceria Público-Privada (PPP) baiana. “Nós temos grande interesse em iniciar nossos investimentos no Brasil e sentimos segurança na modelagem proposta pelo governador. Nossa maior preocupação é com a segurança do negócio. A rentabilidade fica em segundo plano. Vamos buscar essas duas primeiras ações como teste para investir em projetos maiores na sequência, já com a experiência aprovada”, disse Wang.

Velocidade

Um dos diferenciais da empresa é a velocidade na realização de obras de mobilidade. Só em 2015, foram oito mil quilômetros de ferrovia construídos, afirmou o CEO do grupo chinês. A licitação do VLT sai ainda este ano e a expectativa, na avaliação do governador Rui Costa, é que o projeto seja executado em Salvador com mesmo ritmo que ela executa na China e em outros países onde já realiza investimentos. “A tecnologia da empresa impressionou nossa comitiva e faremos todos os esforços para garantir a parceria iniciada hoje”, afirmou Rui Costa, que assinou memorando

A previsão é que a delegação do CTCE chegue à Bahia em abril, após a empresa realizar primeira fase dos estudos necessários à participação nas licitações dos projetos apresentados pelo Governo do Estado. A assinatura do memorando entre o grupo estrangeiro e o governo baiano foi a primeira etapa do processo, garantiu o empresário. Na visita da delegação asiática, técnicos baianos vão apresentar aos chineses o Hospital do Subúrbio, o emissário submarino, o metrô e a Arena Fonte Nova, projetos executados por meio de PPP. “É uma maneira de comprovar o sucesso dessa modelagem de negócio e garantir a segurança que vocês querem para efetivar a parceria conosco”, disse Rui aos dirigentes do grupo. (Da redação TN)

  Categorias:

Comente a matéria

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.